Repositório Digital

A- A A+

Tendências para o consumo de carne bovina no brasil

.

Tendências para o consumo de carne bovina no brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tendências para o consumo de carne bovina no brasil
Autor Brandão, Fernanda Scharnberg
Orientador Barcellos, Julio Otavio Jardim
Co-orientador Waquil, Paulo Dabdab
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos e Pesquisas em Agronegócios. Programa de Pós-Graduação em Agronegócios.
Assunto Agronegócio
Bovinocultura
Carne bovina
Consumo alimentar
[en] Behavior
[en] Brazilian
[en] Food
[en] Income
[en] Purchase
Resumo A presente pesquisa teve como objetivo identificar as tendências para o consumo de carne bovina no Brasil para o ano de 2022, a partir da proposta de um modelo conceitual que engloba os fatores influentes para o consumo resultando no EDC (Escore de Determinante de Consumo). Como procedimentos metodológicos adotaram-se dois eixos investigativos. O primeiro, de caráter exploratório, por meio de uma revisão sistemática sobre as tendências e fatores influentes no consumo de alimentos. O segundo eixo, de caráter descritivo, por meio de uma pesquisa survey com 32 especialistas representantes de todos os elos da cadeia produtiva da carne bovina no Brasil (produção, indústria, varejo, órgãos institucionais e instituições de ensino/pesquisa). Foram definidos critérios para a inclusão dos especialistas de modo a nivelar a amostra que é considerada intencional. O questionário, composto por seis questões abertas e 28 questões fechadas, foi enviado via on-line para os especialistas. Para apreciação das informações obtidas foi realizada a análise de conteúdo, distribuição de freqüência, teste Qui-quadrado, Tukey e análise de cluster, por meio do Software SPSS. Os resultados revelam que o modelo proposto para avaliar as tendências do consumo de carne bovina no Brasil é composto pelas dimensões sociocultural, econômica, saúde/alimento e ambiente e 28 fatores influentes associados a elas. A partir da aplicação do modelo, verificou-se que as principais tendências do consumo de carne bovina no Brasil para os próximos dez anos apontam para uma segmentação do comportamento em função da renda. Nesse sentido, as classes com menor poder aquisitivo, que priorizam preço, tendem a aumentar o consumo de cortes pouco diferenciados. Já as classes com maior poder aquisitivo direcionam-se ao consumo de um conceito, priorizando qualidade, certificação e segurança do alimento. Essa parcela da população tende a buscar produtos com maior valor agregado, podendo manter ou mesmo reduzir o consumo de carne bovina para os próximos dez anos. Ademais, é preponderante a influência dos fatores econômicos (preço dos substitutos da carne bovina, distribuição de renda, preço da carne bovina, ascensão das classes C e D, renda no Brasil e poder aquisitivo) além da busca pela conveniência, praticidade e exigência do alimento seguro. Contudo, as questões ambientais ainda não serão prioridade para o consumidor brasileiro de carne bovina no período prospectado. O EDC proposto permitiu identificar as tendências de consumo para o Brasil, pois possibilitou a priorização de dimensões adaptadas a esse contexto. As dimensões de maior importância são, em ordem decrescente, econômica, sociocultural, saúde/alimento e ambiente.
Abstract This research aims to identify beef consumption trends in Brazil (2022) based on a conceptual model that encompasses the consumption influential factors, resulting on Determinant of Consumption Index (DCI). As methodological approach two axes investigative were adopted: The first, exploratory, through a systematic review about trends and influential factors in food consumption. The second axis, descriptive, through a survey of 32 experts representing the beef chain in Brazil (production, manufacturing, retail, institutional and educational institutions / research). Experts were defined by inclusion criteria in order to make even the sample, being considered intentional. The questionnaire was composed of six open questions and 28 closed questions, sent by e-mail. The analysis consisted in documents, frequency distribution, chi-square, Tukey test and cluster analysis, with SPSS software. The results show that the proposed model is composed by four main dimensions (sociocultural, economic, health / food and environment) and twenty-eight influential factors. For the next decade, the main trends of beef consumption in Brazil indicate segmentation by income. In this way, people with lower purchasing power that prioritize prices tend to increase consumption of less differentiated. However, people with higher purchasing power, which prioritize quality, certification and food safety, tend to seek the value-added products. For this group of consumers the beef consumption can remain or even reduce. Moreover, is predominant the influence of economic factors (price of beef substitutes, income distribution, beef prices, rising class C and D, income and purchasing power in Brazil) as well as search for convenience, practicality and safe food requirement. Low environmental impact products were not identified as a trend. Consumers are concerned about certifications, natural products, sustainable, with indication of origin, among other things. However for Brazilian consumers the factors related to environment or health / food will not be prioritized. The greatest relevance dimensions for consumer of Brazilian beef were rated by the Determinant of Consumption Index (DCI) proposed, in descending order: economic, sociocultural, health / food and environment.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/71583
Arquivos Descrição Formato
000879357.pdf (6.839Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.