Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do TSH sérico como fator preditivo de malignidade em nódulos tireoidianos de pacientes submetidos à punção aspirativa por agulha fina

.

Avaliação do TSH sérico como fator preditivo de malignidade em nódulos tireoidianos de pacientes submetidos à punção aspirativa por agulha fina

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do TSH sérico como fator preditivo de malignidade em nódulos tireoidianos de pacientes submetidos à punção aspirativa por agulha fina
Autor Cristo, Ana Patrícia de
Orientador Graudenz, Márcia Silveira
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Biópsia por agulha
Nódulo da glândula tireóide
Receptores da tireotropina
[en] Fine needle aspiration biopsy (FNAB)
[en] Serum TSH
[en] Thyroid cancer
[en] Thyroid nodule
Resumo Nódulos de tireoide são achados clínicos comuns e, atualmente, o método diagnóstico de escolha para diferenciar lesões benignas de lesões malignas é a análise citopatológica dos nódulos através de punção aspirativa por agulha fina (PAAF). Estudos prévios já indicaram que os níveis séricos de TSH podem estar associados ao risco de malignidade nodular. O objetivo deste estudo foi avaliar se o TSH sérico é um preditor de malignidade em nódulos de tireoide em pacientes submetidos à PAAF. A amostra contemplou 100 indivíduos puncionados consecutivamente no Centro de Pronto Diagnóstico Ambulatorial, CPDA, HCPA e que apresentavam níveis de TSH dentro da normalidade. Todos os pacientes foram submetidos à PAAF da tireoide com controle ultrassonográfico e tiveram, posteriormente, a análise citopatológica da PAAF e a avaliação histopatológica do bloco celular. A análise estatística baseou-se em dados de frequências e testes não-paramétricos foram utilizados para correlacionar as variáveis. A população de estudo foi composta por 100 pacientes, sendo 89 mulheres e 11 homens. A média de idade foi de 54,1 ± 14,2 anos e o tamanho médio dos nódulos foi de 2.53 ± 1.36 centímetros. Vinte e seis % destes pacientes apresentavam algum tipo de doença tireoidiana prévia. A média do nível de TSH sérico entre os 100 indivíduos foi de 1.81 ± 1.08 uUI/mL. De acordo com o diagnóstico citopatológico da PAAF complementado pelos achados do bloco celular foram classificados como malignos 8% dos nódulos, 70% benignos, 11% suspeitos/ indeterminados, 8% insuficientes e 3% lesões foliculares. A média de TSH para os grupos maligno, benigno, suspeito/indeterminado, insuficiente e lesão folicular foi de, respectivamente, 2.48, 1.59, 2.21, 2.35 e 2.20 uUI/ml (p>0.05). Não houve diferença estatística significante entre os grupos diagnósticos avaliados, apesar de haver uma variação entre os níveis de TSH entre os grupos refletindo, provavelmente, o pequeno tamanho da amostra.
Abstract Thyroid nodules are common and currently the first choice of investigation in distinguishing benign from malignant disease is the cytological analysis of fine needle aspiration biopsy (FNAB). Previous studies have indicated that serum TSH levels might be associated with the likelihood of malignancy. The aim of this study was to evaluate whether serum TSH is a predictor of malignancy of thyroid nodules in patients undergoing FNAB. One hundred consecutive patients, who underwent FNAB as part of clinical investigation of thyroid nodule in a multidisciplinary setting tertiary hospital, underwent ultrasonography followed by FNAB, cytology and cell block analysis. Independent-Samples Kruskal-Wallis test was used to compare the groups. The study population comprised of 89 female and 11 male patients. The mean age was 54.1 ± 14.2 years. 26% had previous thyroid disease. Mean TSH levels was 1.81 ± 1.08 uUI/mL and the mean nodule size was 2.53 ± 1.36cm. Final cytology/cell block diagnosis classified 8% as malignant, 70% as benign, 11% suspicious/indeterminate, 8% insufficient and 3% follicular lesion. The mean TSH values for malignant, benign, suspect, insufficient and follicular lesion group were as follows: 2.48, 1.59, 2.21, 2.35 and 2.20 uUI/ml, respectively. No statistical significance was detected between TSH levels and final cytology/cell block diagnosis, possibly reflecting the small sample size (P>0.05). We observed a variation between TSH levels among the groups covered in this study, but there was no statistically significant difference among them.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/71619
Arquivos Descrição Formato
000879562.pdf (1.074Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.