Repositório Digital

A- A A+

A difusão cultural brasileira como instrumento de política externa : estratégias contemporâneas

.

A difusão cultural brasileira como instrumento de política externa : estratégias contemporâneas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A difusão cultural brasileira como instrumento de política externa : estratégias contemporâneas
Autor Machado, Gabriel Luiz
Orientador Duarte, Érico Esteves
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Relações Internacionais.
Assunto Brasil
Cultura
Diplomacia
Política externa
Relações internacionais
[en] Cultural diffusion
[en] Cultural diplomacy
[en] Foreign policy
[en] Lula’s government
[en] Soft power
Resumo A configuração do cenário internacional, marcada por uma acirrada disputa por mercados e investimentos, exige dos Estados a adoção de medidas criativas, as quais possam vir a ser um diferencial na busca pela consecução de seus objetivos de política externa. Nesse contexto, o fator cultural emerge como uma ferramenta diplomática de extrema valia. Ao gerar um ambiente de identificação, entendimento e respeito mútuo, o fator cultural pode gerar um ambiente favorável à realização dos tópicos de política externa de caráter político, econômico, financeiro e de cooperação técnica. Quando um Estado se vale de seu aparato de difusão cultural com o intuito de abrir uma via facilitadora aos demais objetivos da agenda internacional, dizemos que este Estado se valendo de uma diplomacia cultural. França, Alemanha e Grã-Bretanha são alguns países que se destacaram nessa vertente diplomática. O objetivo do presente estudo é analisar o uso da difusão cultural brasileira como instrumento de política externa, sobretudo no Governo Lula (2003-2010), a fim de verificar se as estratégias adotadas para a difusão da cultura e da imagem do Brasil no exterior estão em consonância com os demais tópicos prioritários de nossa política externa.
Abstract The conformation of the international system, marked by fierce competition for markets and investments, requires States to adopt creative diplomatic measures, which may be a differential factor in the quest to achieve its foreign policy objectives. In this context, the cultural factor emerges as a diplomatic tool of extreme value. When promoting an environment of identifying, understanding and mutual respect, the cultural factor can generate a favorable scene for the implementation of foreign policy topics of politics, economics, financials and technical cooperation. When a State relies on its apparatus of cultural diffusion in order to open a path to facilitate the other goals of its international agenda, we can say that this State is using cultural diplomacy. France, Germany and Britain are among countries that have succeeded in this diplomatic aspect. The aim of this study is to analyze the use of Brazilian cultural diffusion as an instrument of foreign policy, especially in Lula's government (2003-2010) in order to verify if the strategies adopted to spread the culture and image of Brazil abroad are in line with the other priority topics of our foreign policy.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/71683
Arquivos Descrição Formato
000879328.pdf (1.561Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.