Repositório Digital

A- A A+

O preconceito racial no contexto escolar

.

O preconceito racial no contexto escolar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O preconceito racial no contexto escolar
Autor Roos, Roseli Rezende
Orientador Souza, Gláucia Regina Raposo de
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Ensino a Distância: Licenciatura.
Assunto Escola
Identidade
Racismo
Resumo O presente trabalho tem como tema central o preconceito racial no contexto escolar. Investiga as relações preconceituosas e excludentes que permeiam o cotidiano escolar e a forma com essas ações influenciam na formação identitária do aluno negro e na construção de sua aprendizagem. Os principais objetivos desse trabalho foram materializar a discriminação e o preconceito presentes no contexto escolar e a influência que exercem, na autoestima dos alunos negros, bem como a indiferença e omissão existentes nas atitudes dos educadores em relação à ausência de práticas pedagógicas e metodologias que possibilitem a real discussão em torno da diversidade étnica, na busca do distanciamento de atitudes excludentes e discriminatórias. Para elucidar e apoiar estas questões buscou-se apoio no referencial teórico de Paré, Gomes, Romão, Meyer e Lei nº 10.639/2003. Nesse sentido, foram ouvidos através de atividades desenvolvidas em sala de aula durante o estágio curricular, os 24 alunos que compõem a turma 41, bem como a realização de observações no cotidiano da escola em sua amplitude, onde se percebe que os alunos afros descendentes são permanentemente alvos de piadas e chacotas o que gera muitas vezes violência dentro da escola, fazendo com que o esse espaço que deveria oferecer e construir uma formação alicerçada no respeito às diferenças de qualquer natureza, na busca de uma convivência harmoniosa, seja palco de humilhações e racismo. Os alunos negros demonstraram através das atividades propostas vergonha de ser negro, sentimento de baixa autoestima, ressentimento, tristeza e desvalia. Presenciou-se que o aluno negro carrega em si o estigma de ser um mau aluno, desordeiro, desrespeitoso e indisciplinado e de ter sempre notas baixas e dificuldades de aprendizagem, sentimentos resultantes da invisibilidade e indiferença produzidas pela escola que minimiza suas responsabilidades e omite-se como instituição formadora de valores necessários a formação dos indivíduos. Porém, ao contrário, quando as desigualdades e o preconceito são enfrentados, quando propomos nas práticas pedagógicas, sistematicamente, situações que possibilitem a quebra de paradigmas e estereótipos, a alma do aluno negro se fortalece, pois o preconceito é discutido abertamente, desmascarando a hipocrisia, possibilitando a construção da democracia e do respeito às diferenças. Ao final do estudo foi constatado que a escola não só contribui como incentiva a manutenção e permanência do preconceito racial, quando não oferece práticas pedagógicas inclusivas que fortaleçam a identidade negra dos alunos. Logo é necessária a elaboração e adequação do Currículo onde a abordagem da questão étnico-racial, através de práticas educativas inclusivas, possibilite a construção identitária do aluno negro, na busca da formação de novas concepções e da reversibilidade do preconceito e da discriminação. Não basta a existência da lei, pois para que seja modificada a visão dos educadores em relação à cultura eurocêntrica dominante, fez-se necessário o reconhecimento e valorização da contribuição étnico-cultural dos alunos negros e de sua ancestralidade. Acredita-se que através de ações afirmativas e do engajamento real de todos os envolvidos no processo educativo será possível à construção da valorização e do respeito sobre a historicidade do negro.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/71890
Arquivos Descrição Formato
000880091.pdf (679.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.