Repositório Digital

A- A A+

Projetos de trabalho no ambiente informatizado contribuindo no processo de transição entre ciclos numa escola municipal de Porto Alegre

.

Projetos de trabalho no ambiente informatizado contribuindo no processo de transição entre ciclos numa escola municipal de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Projetos de trabalho no ambiente informatizado contribuindo no processo de transição entre ciclos numa escola municipal de Porto Alegre
Autor Moraes, Selva Luzia Benites de
Orientador Cunha, Aline Lemos da
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Ensino a Distância: Licenciatura.
Assunto Ambiente computacional
Ciclo básico
Ensino público municipal
Resumo Este trabalho foi desenvolvido tendo como referência observações e reflexões sobre a prática pedagógica que foram feitas durante o ano letivo de 2010, tendo seu início no estágio curricular obrigatório realizado na EMEF. Heitor Villa Lobos, com uma turma de A30, que corresponde ao 3º ano do ensino fundamental de nove anos. Seu objetivo foi problematizar a “estimulação” que pode ser oferecida através do uso das tecnologias, na conquista da maturidade infantil, oportunizando que estes alunos consigam superar as dificuldades que um período de transição entre ciclos estabelece e consigam realizar trabalhos mais elaborados com autonomia e criatividade, efetivando, desta forma, aprendizagens significativas. Pouco se têm falado sobre esta transição, em que a criança precisa superar limites e conviver com novas “regras”. Uma destas trata-se certamente da transição entre ciclos, pois a cada novo ciclo será exigido um desenvolvimento e posturas apropriadas para as especificações do trabalho a ser realizado. Encontramos teóricos que tratam da passagem da Educação Infantil para os Anos Iniciais (CUBERES, 1997), mas muitas vezes estes conflitos podem se estender até os anos finais do I Ciclo e sobre isto, pouco foi encontrado. Com Vygotsky (1998) através de conceitos como Zona de Desenvolvimento Proximal, salientamos a importância “do outro” na aprendizagem, e com Aragon (1998) fundamentamos nossas idéias sobre as TICs na Educação. Sabemos que diferentes transições acarretam expectativas e inseguranças tendo em vista o desconhecido e as possíveis perdas que podem ocorrer. Pensamos que algumas habilidades são fundamentais, por exemplo, na mudança do primeiro para o segundo ciclo como: mais concentração, silêncio e organização, porém, não consideramos que estas excluam o lúdico e a necessidade de brincar presente nas crianças. Procuro, com deste trabalho, propor que o uso adequado das tecnologias podem ser um facilitador para estes avanços, desde que o professor esteja preparado para este trabalho e sua prática vinculada a um planejamento que respeite o lúdico tão presente na vida dos alunos.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/71894
Arquivos Descrição Formato
000880411.pdf (3.138Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.