Repositório Digital

A- A A+

Vestindo a camiseta : engajamento institucional e construção de identidades no contexto de intercâmbios culturais da AIESEC

.

Vestindo a camiseta : engajamento institucional e construção de identidades no contexto de intercâmbios culturais da AIESEC

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vestindo a camiseta : engajamento institucional e construção de identidades no contexto de intercâmbios culturais da AIESEC
Autor Silva, Patrícia Kunrath
Orientador Oliven, Ruben George
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Assunto Aiesec.
Antropologia social
Intercâmbio cultural
[en] Aiesec
[en] Engagement
[en] Exchange programs
[en] Identity
Resumo No contexto de um mundo dito “globalizado”, de um mercado de trabalho competitivo e flexibilizado, programas de intercâmbio cultural parecem ganhar força enquanto produtos e estratégias de classe para a obtenção de capital simbólico e distinção. É neste cenário que surge a AIESEC - uma organização não governamental internacional, presente em mais de 111 países e territórios - que se apresenta como “plataforma para construção e desenvolvimento de lideranças” por meio do trabalho voluntário e intercâmbios de trabalho - pautados pelo discurso da “sustentabilidade, paz mundial e impacto positivo na sociedade”. Essa pesquisa tem como objetivo principal analisar o discurso e práticas organizacionais, voltadas ao engajamento institucional e seus reflexos na construção de identidades e estilos de vida. O presente estudo, de cunho etnográfico, busca analisar processos de “consumo institucional” por parte dos membros da organização, atentando para processos de identificação e compra da mesma, passando pela sua (re)apropriação e atribuição de significado. A pesquisa tem por fundamento dados levantados por meio do trabalho de campo com os membros da AIESEC do seu escritório na cidade de Porto Alegre. Procurou-se mapear e analisar o conteúdo da comunicação, os valores institucionais e as práticas às quais estes jovens são submetidos antes do período de intercâmbio, bem como depoimentos antes e após a experiência. Visto que um dos objetivos principais da organização é “desenvolver futuros líderes”, buscamos entender quem são estes jovens, como são selecionados para entrar na organização, como se engajam e percebem questões de “liderança” e que “líderes” são esses que estão sendo formados por meio de uma “rede internacional”.
Abstract In the context of a so called “globalized” world, of a competitive and flexibilized job market, cultural exchange programs seem to gain strenght as products and class strategies for achieving simbolic capital and distinction. It is in this scenery that AIESEC appears - an international non-governmental organization, located in more than 111 countries and tetritories - which presents itself as a “plataform for leadership construction and development” through volunteer work and exchange work programs – based on the discourse of “sustainability, world peace and positive impact on society”. This research has as its main focus to analise organizational practices and discourses, oriented to institutional engagement and its reflexes on identities and lyfestyles. The present study, with its ethnographich character, seeks analyzing the processes of “institutional consumption” by the members of the organization, paying attention to the processes of identification with and purchase of it, through its (re)apropriation and meaning assigning. The reaserch has as its fundament the data collected through fieldwork with the members of AIESEC’s office located in Porto Alegre, Brasil. We sought maping and analysing the institutional communication content, its values and the practices which the members are submitted to before going on an exchange program, as well as the interviews before and after this experience. Seen that one of the main goals of the organization is to “develop future leaders”, we sought understanding who are these “young people”, how they are selected to enter the organization, how they engage and perceive matters of “leadership” and what king of “leaders” are being formed through an “international network”.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/71960
Arquivos Descrição Formato
000878556.pdf (34.18Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.