Repositório Digital

A- A A+

Como as brincadeiras e os jogos podem auxiliar no amadurecimento humano, afetivo e cognitivo em crianças entre 3 e 4 anos?

.

Como as brincadeiras e os jogos podem auxiliar no amadurecimento humano, afetivo e cognitivo em crianças entre 3 e 4 anos?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Como as brincadeiras e os jogos podem auxiliar no amadurecimento humano, afetivo e cognitivo em crianças entre 3 e 4 anos?
Autor Sparremberger, Fabiana Carlos Cardoso
Orientador Avila, Ivany Souza
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Ensino a Distância: Licenciatura.
Assunto Brincadeira
Educação infantil
Jogos pedagógicos
[en] Egocentric
[en] Play
[en] Playful
[en] Upbringing
Resumo Observando as crianças nos momentos em que estão brincando livremente e jogando, podemos perceber atitudes egocêntricas, no sentido da teoria de Jean Piaget. As interações que o brincar, o lúdico e os jogos oportunizam favorecem o desenvolvimento da criança que gradativamente, vai se descentrando, passando a ter alguns gestos em que faz trocas com outros, com atitudes que podem ser de mais solidariedade e empatia, levando ao compartilhamento de jogos e brinquedos. Nesta perspectiva, evidencia-se o importante papel da escola ao proporcionar momentos prazerosos e lúdicos. É dentro da instituição escolar que a criança participa do maior momento socializador com crianças de sua idade. É convivendo com situações que são angustiantes para elas como, por exemplo, o dividir, que a criança vai assimilando, ainda no sentido piagetiano, que esta na verdade é uma situação do quotidiano das nossas vidas. Este trabalho desenvolveu uma reflexão sobre a importância do brincar para o processo de transição do egocentrismo e o amadurecimento humano, afetivo e cognitivo em crianças entre três e quatro anos. Para isso, foi preciso fazer uma retrospectiva nas interdisciplinas oferecidas pelo curso de Pedagogia à distância da UFRGS e experiências vividas durante o estágio. A pergunta central para este trabalho de conclusão sobre como as brincadeiras e os jogos podem auxiliar no amadurecimento humano, afetivo e cognitivo em crianças entre três e quatro anos, fez com que eu voltasse a refletir sobre o período do estágio e pesquisasse teorias que me ajudassem na busca de respostas. Com estas buscas, teóricas e com a observação e reflexão sobre a prática, com base nos registros diários, cheguei a conclusão sobre a importância do brincar para a transição do egocentrismo e do desenvolvimento infantil, pois o brincar reproduz sentimentos, faz com que a criança desenvolva habilidades. A compreensão dessa perspectiva se deu pelas reflexões acerca do estágio supervisionado realizado com uma turma de maternal, com doze alunos, entre três e quatro anos, em uma escola de Educação Infantil do município de Três Cachoeiras. Foi possível dialogar entre teoria e prática com o auxilio de autores como Lev Vygotski, Jean Piaget, Tania Beatriz Iwaszko Marques, Maria Zita Figueiredo Gera, José Manuel Silva. Esses teóricos me possibilitaram uma melhor compreensão sobre a questão proposta para este trabalho de conclusão de curso.
Abstract Watching the children at times when they are playing and playing freely, we can perceive egocentric attitudes, towards the theory of Jean Piaget. The interactions that play, play games and nurture the foster child development, which gradually will be decentralizing, going to have some gestures that makes exchanges with others, attitudes that may be more solidarity and empathy, leading to sharing Games and toys. In this perspective, highlights the important role of the school to provide enjoyable and playful moments. It is within school which the child participates in the greatest time socializing with children his age. It's living situations that are distressing for them, for example, the split, the child continues to learn, yet towards Piaget, that this is actually a situation of everyday of our lives . This study developed a reflection on the importance of playing for the transition and maturation of human egocentrism, cognitive and affective in children between three and four years. For this, we need to do a retrospective on the interdisciplinary course offered by Distance Education at UFRGS and experiences during the internship. The central question for this conclusion work on how the games and the games can assist in human growth, emotional and cognitive development in children between three and four years, caused me to reflect back on the training period and researched theories that help me in search of answers. Through these searches, theoretical and observation and reflection on practice, based on daily records, came to the conclusion about the importance of play for the transition from self-centeredness and child development, because the play reproduces feelings, makes the child develop skills. Understanding this perspective is given by the reflections on the supervised training conducted with a group of nursery school, with twelve students, three to four years in a kindergarten school in the city of Three Waterfalls. It was possible to dialogue between theory and practice with the aid of writers such as Lev Vygotsky, Jean Piaget, Tania Beatriz Iwaszko Marques, Maria Zita Figueroa Gera, José Manuel Silva. These theorists allowed me a better understanding of the issue proposed for this work of completion.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/71996
Arquivos Descrição Formato
000880849.pdf (236.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.