Repositório Digital

A- A A+

Resíduos sólidos orgânicos: da geração em estabelecimentos de produção de alimentos em um Shopping à destinação final na alimentação de suínos

.

Resíduos sólidos orgânicos: da geração em estabelecimentos de produção de alimentos em um Shopping à destinação final na alimentação de suínos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Resíduos sólidos orgânicos: da geração em estabelecimentos de produção de alimentos em um Shopping à destinação final na alimentação de suínos
Outro título Organic solid waste: generation in establishments producing food in a mall to the final destination to feed pigs
Autor Juffo, Everton Eduardo Lopes Dias
Orientador Schmidt, Veronica
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Reaproveitamento de resíduos
Residuos organicos : Producao
Resíduos sólidos : Saúde
Suinos : Nutricao animal
[en] Coliforms
[en] Nutrients
[en] Organic solid waste
[en] Pigs
[en] Reutilization
[en] Salmonella
Resumo O presente trabalho tem como fundamento o Projeto de Reaproveitamento de Resíduos Sólidos Orgânicos via suinocultura, desenvolvido pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), da prefeitura municipal de Porto Alegre, e foi desenvolvido em 4 ações distintas. Na primeira, caracterizou-se o projeto através de pesquisa documental e entrevistas com os técnicos e produtores envolvidos no projeto, como forma de resgate histórico do mesmo e identificação das percepções dos entrevistados. A segunda foi a caracterização quantitativa e o grau de segregação dos resíduos orgânicos gerados em 14 estabelecimentos de alimentação, que preparam e servem alimentos (unidades de serviços de alimentação - USA), localizadas em um Shopping Center em Porto Alegre, que integra o projeto desenvolvido pelo DMLU. O alto grau de segregação incorreta (54,5%) observado representa um risco à saúde dos animais tendo em vista a presença de materiais como plásticos,cascas de frutas como abacaxi e palitos,os quais podem lesionar ou mesmo perfurar vísceras levando ao óbito dos suínos. Na terceira ação coletaram-se amostras dos RSO gerados nos 14 estabelecimentos, as quais foram homogeneizadas para compor uma amostra composta. Esta foi dividida em duas partes iguais sendo uma utilizada para análise microbiológica realizada no Laboratório de Medicina Veterinária Preventiva da UFRGS e outra encaminhada ao Laboratório de Nutrição Animal (LNA) da UFRGS, para as análises bromatológicas. Determinaram-se a percentagem dos nutrientes em relação à matéria natural e obtiveram-se os teores médios de 75,74% de umidade; 4,02% de Proteína Bruta; 0,53% de Fibra Bruta; 4,44% de Estrato Etéreo; 13,91% de Extrato Não Nitrogenado: 0,19% de Ca; 0,17% de P; 924 kcal/kg de Energia Digestível e 756 kcal/kg de Energia Metabolizável. A análise microbiológica revelou ausência de Salmonella spp e grande variabilidade na contagem de coliformes termotolerantes (6x10-2 a 1,3x10-8 ufc.g-1), sem a confirmação da presença de Escherichia coli. Realizou-se um estudo teórico para utilização dos resíduos sólidos orgânicos (RSO) analisados na alimentação de suínos, na fase de crescimento e terminação, comparando os resultados observados com outros ingredientes como o milho e os farelos de soja e de arroz, normalmente presentes nas rações de suínos. Verificou-se que o fornecimento diário de 10 kg de RSO para suínos em terminação até 70 kg apresenta nutrientes suficientes. Entretanto, na fase final de terminação é necessária a complementação alimentar para que ocorra ganho de peso. Na quinta ação, realizou-se um estudo de caso em uma propriedade que integra o projeto do DMLU, nas fases de crescimento e terminação. Coletaram-se os dados de um lote de 60 suínos com um peso vivo médio inicial de 28 kg e idades entre 63 a 70 dias, gerados a partir de cruzamentos industriais e comprados de uma propriedade produtora de leitões (UPL). Os animais foram alimentados exclusivamente com RSO in natura e, após ficarem alojados por um período de 115 dias, atingiram o peso médio final de 118,4 kg, resultando em ganho médio diário de peso vivo de 0,786 kg. A conversão alimentar do lote foi estimada em 10,76 e não ocorreu nenhuma morte de animais durante o estudo. Os resíduos sólidos orgânicos se bem segregados onde são gerados, acondicionados adequadamente e tratados de acordo com as normas vigentes quanto à segurança alimentar, embora apresentem uma heterogeneidade quanto a sua composição química podem ser uma fonte alternativa, mesmo que parcial na dieta de suínos nas fases de crescimento e terminação.
Abstract This study was based on the Project for the Reutilization of Organic Solid Waste through Pig Production Systems, developed by the Municipal Department of Urban Sanitation (DMLU) of the Porto Alegre City Hall, being developed in 4 different acts. The first act was the characterization of the project through documental research and interviews with technicians and producers involved, in order to recover the history of the project and to identify the perceptions of the interviewees. The second act was the quantitative and qualitative characterization of the organic waste produced by 14 food establishments that prepared and served food (food service units – USA), located in a shopping center in Porto Alegre, which is part of the project developed by the DMLU. The high degree of segregation incorrect (54.5%) observed poses a health risk to animals for the presence of materials such as plastic, peel fruits like pineapple and toothpicks, which can damage or even pierce the guts of pigs, causing their death. In the third act, Organic Solid Waste (OSW) samples generated from the 14 establishments were collected, which were then homogenized to produce a compound sample. This sample was divided into two identical parts, one for microbiological analysis in the Laboratory of Preventive Veterinary Medicine of the UFRGS and the other for bromatological analyses in the Laboratory of Animal Nutrition (LNA) of the UFRGS. The percentage of nutrients in relation to natural matter was determined, and the following average contents were obtained: 75.74% moisture; 4.02% crude protein; 0.53% crude fiber; 4.44% ether extract; 13.91% nitrogen-free extract; 0.19% Ca; 0.17% P, 924 kcal/kg digestible energy and 756 Kcal/kg metabolizable energy. The microbiological analysis revealed absence of Salmonella spp. and a great variability in the thermotolerant coliform count, (6x10-2 to 1.3x10-8 ufc.g-1), with no confirmation of Escherichia coli. A theoretical study was carried out about the utilization of organic solid waste (OSW) used to feed pigs during the grow-finish phase, comparing the results observed with other ingredients, such as corn, soybean meal and rice bran, normally found in pig feed. It was verified that a daily supply of 10 kg OSW to finish pigs weighing up to 70 kg provides enough nutrients. However, during the final finish stage, the animals must be supplemented in order to gain weight. In the fifth act, a case study was made at a property which is part of the DMLU's project, during the grow-finish phase. Data were collected from a lot of 60 pigs, with an initial average live weight of 28 kg and aged between 63 and 70 days. Such pigs were generated from industrial crossings and purchased from a piglet-producing property (UPL). The animals were exclusively fed on in nature OSW and housed for 115 days, reaching a final average weight of 118.4 kg, obtained upon arrival of the pig lot at the slaughterhouse, resulting in an average daily live weight gain of 0.786 kg. The feed conversion rate of the lot was calculated in 10.76, with no deaths during the study. Despite the heterogeneity in its chemical composition, organic solid waste may be used as an alternative source, even if partial, in the diet of pigs during the grow-finish phase, as long as it is correctly separated in its place of origin, adequately stored and treated according to the valid standards regarding its safety as a source of animal feed.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/72041
Arquivos Descrição Formato
000881374.pdf (1.015Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.