Repositório Digital

A- A A+

Cost-effectiveness of hypertension treatment : a population-based study

.

Cost-effectiveness of hypertension treatment : a population-based study

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cost-effectiveness of hypertension treatment : a population-based study
Autor Costa, Juvenal Soares Dias da
Fuchs, Sandra Cristina Pereira Costa
Olinto, Maria Teresa Anselmo
Gigante, Denise Petrucci
Menezes, Ana Maria Baptista
Macedo, Silvia Elaine Cardozo
Gehrke, Sabrina
Resumo CONTEXTO: O custo-efetividade do tratamento da hipertensão tem sido pouco investigado em estudos de base populacional. A maior parte do conhecimento nesta área provém de dados sobre participantes de ensaios clínicos randomizados e do controle administrativo. OBJETIVO: Descrever os custos com a atenção à saúde para o tratamento da hipertensão em comparação com diabetes mellitus e bronquite crônica e examinar o custo-efetividade de diferentes classes de anti-hipertensivos, desconsiderando admissão hospitalar. TIPO DE ESTUDO: estudo transversal de base populacional. LOCAL: Região urbana de Pelotas, sul do Brasil. PARTICIPANTES: Indivíduos com idade entre 20-69 anos, identificados por meio de uma amostra probabilística por estágios múltiplos. MÉTODOS: Participantes foram entrevistados no domicílio. Dados demográficos, sobre educação, renda, tabagismo, morbidade prévia, uso de medicamentos e outras características foram avaliados por um questionário pré-testado, sendo a pressão arterial aferida com o indivíduo sentado e de maneira padronizada. RESULTADOS: Aproximadamente 24% dos participantes tinham pressão alta ou faziam uso de anti-hipertensivos e, entre eles, 33% tinham realizado consulta médica no mês precedente à entrevista. O custo médio mensal do cuidado com a hipertensão (R$ 89,90), diabetes (R$ 80,64) e bronquite (R$ 92,63) foi semelhante. O tratamento da hipertensão consumiu 22,9% da renda per capita, correspondendo a R$ 392,76 gastos anualmente exclusivamente em medicamentos anti-hipertensivos. A maior parte dos custos diretos associados com hipertensão e diabetes foi devida a medicamentos, enquanto pacientes com bronquite crônica tiveram mais despesas com consultas. A relação de custo- efetividade foi mais favorável para diuréticos (116.3) e betabloqueadores (228.5) do que para inibidores da enzima de conversão da angiotensina (608.5) ou bloqueadores dos canais de cálcio (762.0). CONCLUSÃO: O custo do cuidado ambulatorial com a hipertensão foi dependente principalmente do tratamento anti-hipertensivo. O tratamento da hipertensão com diuréticos ou betabloqueadores foi mais custo-efetivo do que o tratamento com inibidores da enzima de conversão de angiotensina e bloqueadores dos canais de cálcio.
Abstract CONTEXT: The cost-effectiveness of the treatment of hypertension has scarcely been investigated in population-based studies. Most data come from secondary analysis of clinical trials and administrative sources. OBJECTIVE: To describe the healthcare costs for outpatient hypertension treatment in comparison with diabetes mellitus and chronic bronchitis, and to examine the cost-effectiveness of different classes of antihypertensive drugs. DESIGN: Cross-sectional population-based study. SETTING: Urban area of Pelotas, southern Brazil. PARTICIPANTS: Individuals aged 20-69 years, identified through multi-stage probability sampling. METHODS: Participants were interviewed at home. Demographic data, education, income, smoking, previous morbidity, use of medicine and other characteristics were assessed via a pretested questionnaire, and blood pressure while seated was measured in a standardized way. RESULTS: Approximately 24% of the participants had high blood pressure or were taking antihypertensive drugs, and among these, 33% had had a physician consultation during the month preceding the interview. The monthly mean costs of care for hypertension (R$ 89.90), diabetes (R$ 80.64) and bronchitis (R$ 92.63) were similar. Treatment of hypertension consumed 22.9% of the per-capita income, corresponding to R$ 392.76 spent per year exclusively on antihypertensive drugs. Most of the direct costs associated with hypertension and diabetes were spent on drugs, while patients with bronchitis had greater expenditure on appointments. The cost-effectiveness relationship was more favorable for diuretics (116.3) and beta blockers (228.5) than for ACE inhibitors (608.5) or calcium channel blockers (762.0). CONCLUSION: The costs of hypertension care are mainly dependent on the expenditure on blood pressure- lowering drugs. Treatment of hypertension with diuretics or beta blockers was more cost-effective than treatment with ACE inhibitors and calcium channel blockers.
Contido em São Paulo medical journal. São Paulo, SP. Vol. 120, n. 4 (jul./ago. 2002), p. 100-4
Assunto Hipertensão : Terapia
[en] Beta blockers
[en] Cost-effectiveness
[en] Diuretics
[en] Hypertension
[en] Treatment
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/72080
Arquivos Descrição Formato
000391440.pdf (178.5Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.