Repositório Digital

A- A A+

Como crianças pequenas podem responder a uma proposta de projeto de aprendizagem na educação infantil?

.

Como crianças pequenas podem responder a uma proposta de projeto de aprendizagem na educação infantil?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Como crianças pequenas podem responder a uma proposta de projeto de aprendizagem na educação infantil?
Outro título Projeto de aprendizagem: um novo desafio
Autor Pinheiro, Bruna de Oliveira
Orientador Avila, Ivany Souza
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Ensino a Distância: Licenciatura.
Assunto Aprendizagem
Educação infantil
Projeto
[en] Interacting
[en] Project learning
[en] Questioning
Resumo As inovações tecnológicas vêm crescendo com muita rapidez e surgindo nas instituições escolares para dar apoio às metodologias utilizadas. O uso de ambientes virtuais nas escolas tem provocado muitas incertezas e dificuldades. Visando facilitar o trabalho com essas ferramentas tecnológicas bem como provocar reflexões e reformas no sistema de ensino surgiu a metodologia por projeto de aprendizagem. Com essa proposta o educando passa a aprender partindo de seu interesse, de sua curiosidade, que vai ser expressa por questões norteadoras elaboradas na interação com o grupo e problematizadas pelo professor. Neste processo é valorizado todo tipo de saber, toda movimentação espontânea entre o grupo gera diferenciadas aprendizagens que são partilhadas entre professor e alunos, tornando-os cúmplices na aprendizagem. Qualquer planejamento com o intuito inovador pode contemplar uma arquitetura pedagógica de projeto de aprendizagem, pois esta proposta visa partir do principio segundo o qual o aluno não é uma tábula rasa, mas já traz conhecimentos prévios construídos na interação com o meio em que vive. A metodologia por projetos de aprendizagem não impõe condições quanto à faixa etária, ou seja, é possível utilizá-la em qualquer nível escolar. Quando se deseja trabalhar com crianças de educação infantil, por exemplo, observamos sua característica questionadora, própria de sua idade. Essa condição perguntadora observada entre essas crianças relaciona-se com o princípio da metodologia de PA’s, que é fundamentado em questões norteadoras formuladas pelos próprios alunos, bem como problematizações indagadas pelo professor/orientador. Visando um estudo aprofundado sobre essas e outras características do PA utilizou-se a análise da prática desenvolvida com crianças de três anos de idade que compunham uma turma de maternal bem como uma pesquisa realizada com alunas do curso pedagogia da UFRGS que trabalharam em suas práticas de estágio com metodologia de PA’s. Os dados obtidos na prática e na pesquisa foram relacionados com o referencial teórico de autores como Léa da Cruz Fagundes, Jean Piaget, Angélica Gago da Costa, Gláucia Cardoso gago, Marcus Vinicius de Azevedo Basso, Rosane Aragon de Nevado, Juliano Vargas Bittencourt, Crediné Silva de Menezes e Moacir Gadotti. Propus analisar e dialogar a prática de estágio realizada por mim com a teoria selecionada para este trabalho respondendo a um questionamento inicial que vinha comigo desde o estágio: Como crianças pequenas podem responder a uma proposta de projeto de aprendizagem na educação infantil? Com isso compreendi melhor a proposta de PA e percebi, a partir desta experiência, que é possível inovar dentro da educação infantil inspirando-se na metodologia de PA’s, desde que sejam planejadas as adaptações necessárias a cada faixa etária.
Abstract Technological innovations have been growing very quickly and appearing in schools to support the methodologies used. The use of virtual environments in schools has led to many uncertainties and difficulties. To facilitate the work with these technological tools as well as provoke reflection and reform in education came to the methodology for learning design. With this proposal the student starts to learn from its historic interest, their curiosity, which will be expressed by guiding questions developed through interaction with the group and problematized by the teacher. This process is valuable to know all sorts, all spontaneous movement among the group generates differentiated learning that is shared between teacher and students, making them mere accomplices in learning. Any planning with a view you can enjoy an innovative architecture pedagogical learning project, as this proposal is from the principle that the student is not a tabula rasa, already has prior knowledge acquired in their midst. The methodology for learning projects does not impose conditions as to age, or you can use it at any grade level. When you want to work with children in kindergarten, for example, evidence questioning his character, perfect for your age. This condition inquiring observed among these children is related to the principle of methodology PA's, which is based on leading questions put by the students themselves. Seeking a detailed study of these and other characteristics of the PA used the analysis of established practice with children three years old that made a pre-kindergarten class as well as a survey of students of pedagogy course at UFRGS they performed in their practice stage of the PA's methodology, linking data on practice and theoretical research with the author asLéa da Cruz Fagundes, Jean Piaget, Angélica Gago da Costa, Gláucia Cardoso gago, Marcus Vinicius de Azevedo Basso, Rosane Aragon de Nevado, Juliano Vargas Bittencourt, Crediné Silva de Menezes e Moacir Gadotti.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/72108
Arquivos Descrição Formato
000880876.pdf (286.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.