Repositório Digital

A- A A+

Epilepsia e cefaleia : diferenças entre faixas etárias de início da epilepsia e aspectos neuropediátricos

.

Epilepsia e cefaleia : diferenças entre faixas etárias de início da epilepsia e aspectos neuropediátricos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Epilepsia e cefaleia : diferenças entre faixas etárias de início da epilepsia e aspectos neuropediátricos
Autor Hendges, Laurize Palma
Orientador Bianchin, Marino Muxfeldt
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Cefaléia
Comorbidade
Epilepsia
[en] Comorbidities in epilepsy
[en] Disease mechanisms
[en] Epilepsy
[en] Headache
Resumo Epilepsia e cefaleia são doenças neurológicas comuns. A epilepsia atinge cerca de 1% da população mundial, enquanto a cefaleia têm prevalência muito mais elevada, ocorrendo em 38-50% das pessoas. As duas condições dividem mecanismos fisiopatogênicos comuns. Relatos de cefaleia em pacientes neuropediátricos com epilepsia correm, mas são pouco estudados devido ao pequeno número de pacientes e dificuldade de diagnóstico de cefaleia nessa população. Nesse estudo avaliamos a prevalência e as características de cefaleia em pacientes com epilepsia focal de início na infância, na idade adulta e após os 50 nos de idade. Foram analisados 167 pacientes com epilepsia focal. Cento e vinte e cinco destes pacientes (74.8%) apresentaram cefaleia. No primeiro grupo, a idade de início da epilepsia variou de 0-17 anos, no segundo de 18-50 anos e no terceiro acima de 50 anos. Para cada paciente entrevistado, foi utilizado um questionário padronizado, verificando a existência de epilepsia e cefaleia, idade de início, frequência, intensidade, classificação e resposta ao tratamento. No nosso estudo, quanto mais precoce o início da epilepsia, maior a chance de do paciente ser refratário e de apresentar cefaleia. Todos os tipos de cefaleia foram mais comuns em pacientes que iniciaram ainda jovens com epilepsia. A cefaleia foi mais comum em mulheres que iniciaram com epilepsia até 50 anos. Após essa idade, a cefaleia em epilepsia foi mais frequentemente observada em pacientes masculinos. Quando a epilepsia iniciou na infância, a cefaleia ocorreu mais frequentemente associada às crises, sendo predominantemente observada no período pós-ictal e ocorrendo mais comumente na região occipital. Esses achados podem sugerir que ocorre maior sobreposição fisiopatológica entre epilepsia e cefaleia quando a epilepsia inicia na infância. No conjunto, nosso estudo demonstrou que a cefaleia observada em epilepsia tem características dependentes da idade de início das crises. Parece ocorrer uma sobreposição de mecanismos de doença entre cefaleia e epilepsia quando a epilepsia inicia na infância. Essa associação é menos observada quando a epilepsia ocorre após os 50 anos de idade, sugerindo diferentes mecanismos fisiopatogênicos para ocorrência da cefaleia em epilepsia, de acordo com a época de início da epilepsia.
Abstract Epilepsy and headache are common neurological diseases. Epilepsy affects around 1% of the world population, while headache prevalence is much higher, occurring in 38-50% of people. Both conditions share mutual physiopathogenic mechanisms. Reports of headache in neuropediatric patients with epilepsy occur, but they are poorly studied due to the small number of patients and difficulty of headache diagnosis on this population. This study evaluated the prevalence and characteristics of headache in patients with focal epilepsy of childhood onset, adulthood and after 50 years old. We analyzed 167 patients with focal epilepsy. One hundred twenty five of those patients (74.8%) had headache. In the first group, the age at onset of epilepsy varied between 0-17 years; in the second group, from 18-50 years; and in the third group above 50 years. For each patient interviewed, a standardized survey was used to verify the occurrence of epilepsy and headache, the age at onset, frequency, intensity, classification and response to treatment. In this study, the earlier the onset of headache, the greater the chances of the patient is refractory and to present headache. All kinds of headache were more common in patients who started at a young age with epilepsy. Headache was more common in women who started until 50 years old with epilepsy. After this age, headache in epilepsy was more often observed in male patients. When epilepsy started at childhood, headache occurred more often related to the crises, being predominantly observed during post-ictal period and most commonly occurring in the occipital region. These findings may suggest that physiopathologic superposition between epilepsy and headache occurs more often at childhood. As a whole, the study demonstrated that the headache observed in epilepsy has characteristics dependent on the onset age of crises. There seems to be a superposition of disease mechanisms between headache and epilepsy when epilepsy starts during childhood. This association is less observed when epilepsy occurs after 50 years old, suggesting different physiopathogenic mechanisms for headache occurrence in epilepsy, according to the time of onset of epilepsy.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/72130
Arquivos Descrição Formato
000880457.pdf (533.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.