Repositório Digital

A- A A+

Ressonância de uma ética da escuta : no entremeio da formação docente e sala de aula

.

Ressonância de uma ética da escuta : no entremeio da formação docente e sala de aula

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ressonância de uma ética da escuta : no entremeio da formação docente e sala de aula
Autor Souza, Kelly Cristina de Oliveira
Orientador Axt, Margarete
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Ética
Formação
Interação dialógica
Professor
[en] Ethics
[en] In(ter)vention
[en] Listening
[en] Teacher education
Resumo A presente dissertação tem por objetivo refletir sobre os modos de operar em sala de aula atrelados a uma ética da escuta, verificando os movimentos de instauração das vozes nas inter-relações entre professores, alunos e pesquisadores participantes do Projeto Civitas, que está vinculado ao Laboratório de Estudos em Linguagem e Cognição (LELIC) e ao PPGEdu/UFRGS, pertencendo à Linha de Pesquisa Educação: Arte, Linguagem e Tecnologia. Considerando que o movimento de escuta empática pode dar potência às relações dialógicas no grupo de formação, constituindo-o como lugar dialógico. São componentes centrais à escuta, aspectos como emoção, empatia, responsividade em relação à alteridade. Na ótica bakhtiniana, relação dialógica produtiva se instaura sempre que dois enunciados entram em relação específica de sentido quando confrontados entre si - produção no mundo real onde uma expressão toma forma, sendo enunciada. É pela interação dialógica que a escuta é tensionada, abrindo-se à inscrição polifônica de pontos de vista. Então, pergunta-se: será possível criar condições de interação tais que escuta e polifonia se constituam mutuamente, potencializando processos expressivos em sala de aula instituindo possibilidades de aprendizagem criativa? Como acompanhar tais movimentos, dando-lhes visibilidade? A Metodologia insere-se na modalidade de pesquisa-formação, em que os termos são mutuamente consti tuintes, num processo de circular, um não se fazendo sem o outro. A partir do grupo de formação docente, de seus estudos e enunciações, considera-se viabilidade de acompanhamento da sala de aula, seja pela via de filmagens pela própria professora (em situação de formação continuada), ou por alunos (ou até pela pesquisadora); seja pelas visitas da pesquisadora à sala de aula fazendo registros em seu diário de bordo; seja, ainda, pela via de narrativasrelatos de professoras no grupo de estudos. Análises pressupõem a centralidade dos enunciados com foco nas inter)venções relacionais no contexto situacional (enunciativo) da sala de aula. Entende-se in(ter)venção, segundo o que, o aspecto estático, ou de posse ou permanência, se dilui em tensão com o aspecto processual, singular, histórico, potencializando a inscrição polifônica das vozes. Achados apontam para uma escuta empática como potência para os processos de expressão polifônica, produzindo ressonâncias, ou seja, convergência nas relações de convivência e de aprendizagens criativas na escola.
Abstract The present dissertation study aims at reflecting on ways to operate in the classroom that are interwoven by an ethics of listening while checking the establishment of the voices movements in the interplay between teachers, students and researchers who participate in the Civitas project. It is affiliated to the Laboratory for Studies in Language, Interaction and Cognition (LELIC) and the Graduate Programem in Education (PPGEdu), at the Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS), and it belongs to the research area of Education: Art, Language and Technology. It is considered that the movement of empathic listening can give power to the dialogic relations in the focused group in a unique dialogic place. The central components of the listening are aspects such as emotion, empathy, responsiveness in relation to the alterity. In the Bakhtinian perspective, one productive dialogical relationship is established when two statements are in confrontation with each other whi le in a specific meaning production relation - produced in the real world - when a new statement takes form. It is in the dialogic interaction that the listening is tensioned op - enning up to the registration of polyphonic points of view. It is inquired in this study: (i) Is it possible to establish conditions to the listening of the polyphony constituted by each other's interaction, enhancing the expressive processes in the classroom while establishing opportunities for creative learning? (ii) How to monitor such movements, giving them visibility? The methodology is part of the research work in which the terms are mutually constituent, in a complex process of circularity, when one does not happen without the other. The utterances captured from the study group of teacher education are considered from the monitoring of the classroom, either via film footage taken by the teacher herself (in a situation of continuing education) or via students or even via the researcher's visits to the classroom and the records posted in the diary, and also by means of the teacher's narrative-stories. The analysis assumes the centrality of the statements in focusing on (have) the situational context in relational interventions (statements) of the classroom. It is understood in(ter)vention as the static or tenure or permanence, which is diluted in tension with the procedural aspect, natural, historical, increasing the enrollment of polyphonic voices. Findings point to an empathic listening as a power for the processes of polyphonic expression, producing resonances in the relations of coexistence and creative learning in school.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/72145
Arquivos Descrição Formato
000882237.pdf (1.836Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.