Repositório Digital

A- A A+

Contribuição ao estudo da hereditariedade na atopia : reatividade ao teste cutâneo de hipersensibilidade imediata e linhagem familiar

.

Contribuição ao estudo da hereditariedade na atopia : reatividade ao teste cutâneo de hipersensibilidade imediata e linhagem familiar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Contribuição ao estudo da hereditariedade na atopia : reatividade ao teste cutâneo de hipersensibilidade imediata e linhagem familiar
Autor Raffin, Ney Noronha
Orientador Rigatto, Mario
Data 1985
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas.
Assunto Hipersensibilidade imediata : Genética
Resumo O presente estudo analisa o problema da hereditariedade na atopia, abordando-a atrav~s da reatividade ao teste cutâneo de hipersensibilidade imediata, sem considerar quadro clínico de doença atópica. Foram escolhidos ao acaso 38 indivíduos reatores ao teste cutâneo e 24 não-reatores a esse mesmo teste. Posteriormente, aplicou-se o teste cutâneo nos familiares de 19 e de 29 graus de ambos os grupos, reatores e não reatores: 44 irmãos, 124 pais e 18 avos. Observou-se associação estatisticamente significante (p<O,OS) entre a presença de reatividade em pais e filhos, o que sugere aparticipaçao de um componente genético. O estudo mostra que a preval~ ncia de reatividade ao teste cutâneo é maior nos familiares de 19 e de 29 graus de indivíduos reatores do que em familiares de 19 e de 29 graus de indivíduos não-reatores. A análise da amostra corno um todo, sugere que o tipo je herança gen~tica mais provavelmente envolvido seja o poligênico ou rnultifatorial. Entretanto, a análise individual dos heredograrnas nao exclui a possibilidade de heterogeneidade genética.
Abstract The present study contemplates the heredity factor in atopy, studying it under the aspect of the reactivity to the cutaneous test of immediate hypersensitivity, not taking into account clinical manifestation of atopic disease. Thirty eight reactive people to the cutaneous test and 24 not reactive to the same test were chosen at random. Afterwards, the test was appl1. ed to 1 st and 2n d degree relatives of both groups (reactive and not reactive). It was observed a significant statistical association (p<O,OS) between the presence of reactivity in parents an children, suggesting the presence of a genetic factor. The study also shows that the prevalence of reactivity to the cutaneous test . st nd is larger 1n 1 and 2 degree relatives of reactive people than in the not reactive people. The analysis of the results as a whole suggests that the type of genetic inheritance more probably involved is a polygenic or multifactorial one. Genetic heterogeneity could not be discarded.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/72148
Arquivos Descrição Formato
000882270.pdf (1.047Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.