Repositório Digital

A- A A+

A linguagem científica dos materiais didáticos e suas relações com o cotidiano dos alunos

.

A linguagem científica dos materiais didáticos e suas relações com o cotidiano dos alunos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A linguagem científica dos materiais didáticos e suas relações com o cotidiano dos alunos
Autor Lima, Amanda Muliterno Domingues Lourenço de
Orientador Junqueira, Heloisa
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Licenciatura.
Assunto Ensino de ciências
Material didático
Resumo Ao longo do meu Estágio de Docência em Ciências em turma de 6ª série de uma escola pública estadual, situada em Porto Alegre, me preocupava com a linguagem que utilizaria na elaboração dos materiais didáticos de modo a facilitar a aprendizagem dos alunos. Inicialmente considerava que os materiais didáticos elaborados por mim haviam auxiliado na aprendizagem dos alunos. Entretanto, ao observar uma mudança no comportamento dos estudantes, percebi que havia um descompasso entre a linguagem científica dos materiais didáticos e a linguagem cotidiana dos alunos. Dessa forma, este trabalho busca verificar através da análise de conteúdo a relação entre a linguagem cotidiana e a linguagem científica em materiais didáticos produzidos por estudantes de graduação do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da UFRGS. Além disso, busca verificar se esses graduandos através dos materiais didáticos impressos que produzem, se aproximam da linguagem cotidiana dos alunos. Para tanto foram selecionados e analisados os materiais didáticos produzidos por cinco estudantes durante a disciplina Estágio de Docência em Ciências no Ensino Fundamental. Para guiar a investigação foram criadas categorias de acordo com estudos anteriores sobre o tema. Antes de se analisar os tipos de relações que os professores estagiários estabelecem entre o cotidiano dos alunos e a linguagem científica nos materiais que produzem, foi necessário diferenciar os tipos de linguagens utilizados nos materiais didáticos. Em uma primeira etapa do estudo foram quantificadas as palavras encontradas nos textos produzidos pelos estagiários relacionadas a linguagem científica, linguagem cotidiana e intersecção entre linguagens, categoria criada no presente estudo. Em uma segunda etapa do estudo, pode-se evidenciar que os estagiários nos textos produzidos apresentam formas distintas em relação ao modo como se aproximam da linguagem cotidiana dos alunos. Essas diferenças fazem parte do modo como o autor tenta direcionar os sentidos do texto. Os estagiários nos textos que produzem para tornar familiar os termos científicos usam como artifícios: analogias, ou seja, palavras relacionadas às experiências e vivências dos alunos para explicar processos e fenômenos biológicos; exemplos relacionados ao cotidiano dos alunos; e imagens que auxiliam na explicação de algumas palavras dos textos analisados. Assim pode se considerar que os textos produzidos pelos estagiários de docência em Ciências conseguem se aproximar da realidade dos alunos facilitando sua compreensão de mundo.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/72357
Arquivos Descrição Formato
000872153.pdf (1.544Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.