Repositório Digital

A- A A+

Variação morfológica no crânio de Alouatta clamitans e Alouatta caraya (Primates, Atelidae)

.

Variação morfológica no crânio de Alouatta clamitans e Alouatta caraya (Primates, Atelidae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Variação morfológica no crânio de Alouatta clamitans e Alouatta caraya (Primates, Atelidae)
Autor Corrêa, Fabiana Müller
Orientador Moreno, Ignacio Maria Benites
Co-orientador Sanfelice, Daniela
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Especialização em Diversidade e Conservação da Fauna.
Assunto Alouatta caraya
Alouatta guariba clamitans
Dimorfismo sexual
Morfometria geométrica
Resumo O estudo da variação fenotípica dentro e entre populações e espécies é crucial para a maneira como dividimos e ordenamos a diversidade da vida, assim como para o entendimento de como esta diversidade surge e é mantida. Dentro deste contexto, os objetivos deste trabalho foram comparar os crânios de Alouatta caraya e Alouatta clamitans quanto ao tamanho e forma, e avaliar o dimorfismo sexual nas duas espécies. Foram analisados crânios de 31 espécimes de A. caraya e 23 espécimes de A. clamitans. Foram analisados e digitalizados em duas dimensões 12 marcos anatômicos nas vistas dorsal e ventral do crânio. Para as análises de tamanho e forma utilizaram-se técnicas de morfometria geométrica empregando a sobreposição de Procrustes e considerando as deformações parciais como variáveis. Com as coordenadas dos marcos para diferentes vistas, foram feitas análises de componentes principais (PCA), análise de variáveis canônicas (CVA) e análise das distâncias de Procrustes entre as formas médias. Os resultados da análise interespecífica mostraram significância na diferença entre as duas espécies quanto à forma no CVA e na análise da distância entre as formas médias. Entretanto o dimorfismo sexual ficou mais evidente que a diferença entre as espécies no PCA. As análises intraespecíficas confirmaram o forte dimorfismo sexual em A. caraya e A. clamitans. Com os resultados obtidos pode-se estabelecer um padrão de variação das estruturas analisadas nas vistas dorsal e ventral, onde a porção central do crânio teve a maior parte da variação, confrontando os dados de outros trabalhos.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/72394
Arquivos Descrição Formato
000877613.pdf (2.085Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.