Repositório Digital

A- A A+

Epidemiologia dos acidentes causados por serpentes peçonhentas no estado do Rio Grande do Sul no período de 2007 a 2010, Brasil

.

Epidemiologia dos acidentes causados por serpentes peçonhentas no estado do Rio Grande do Sul no período de 2007 a 2010, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Epidemiologia dos acidentes causados por serpentes peçonhentas no estado do Rio Grande do Sul no período de 2007 a 2010, Brasil
Outro título Epidemiology of accidents caused by venomous snakes in the state of Rio Grande do Sul during the period 2007 to 2010, Brazil
Autor Santos, Gustavo Justen dos
Orientador Martins, Márcio Borges
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Especialização em Diversidade e Conservação da Fauna.
Assunto Epidemiologia
Ofidios : Animais peconhentos
Rio Grande do Sul
[en] Bothrops
[en] Epidemiology
[en] Ophidian accidents
Resumo Os acidentes ofídicos representam sério problema de saúde pública pela frequência com que acontecem nos países tropicais. Dessa forma, o objetivo do estudo foi avaliar os aspectos epidemiológicos dos acidentes ofídicos ocorridos no estado do Rio Grande do Sul. Foram analisados os acidentes ofídicos ocorridos no estado entre 2007 e 2010 por meio do SINAN. Foram registrados 3551 casos de acidentes por serpentes peçonhentas com uma média diária de 2,43 casos. O gênero Bothrops foi o mais envolvido nos acidentes (95,04%). Os meses de Novembro a Abril obtiveram maior incidência de casos. A maior parte das vitimas era do sexo masculino, sendo a faixa etária mais acometida dos 35 aos 49 anos. Os membros inferiores foram os mais frequentemente atingidos (74%). A maioria dos casos foram classificados como Leves (47,3%), com índice de mortalidade de 0,04%. As cidades mais atingidas pelos acidentes foram Canguçu (128 casos) e São Lourenço do Sul (82 casos). Espera-se, com os dados obtidos, permitir um melhor planejamento, para que medidas preventivas diminuam a incidência dos acidentes ofídicos na região.
Abstract The snake bites represent a serious public health problem by the frequency with which this happens in tropical countries. The objective of the study was to evaluate the epidemiological aspects of snake bites occurred in the state of Rio Grande do Sul were analyzed the snake bites occurred in the state between 2007 and 2010 through the SINAN. Have been reported 3551 cases of bites by venomous snakes with a daily average of 2,43 cases. The genus Bothrops was the most involved in accidents (95,04%). The months November to April had higher incidence of cases. Most of the victims were male, being the most affected age group of 35 to 49 years. The lower limbs were the most frequently affected (74%). Most cases were classified as mild (47,3%), and mortality rate 0,04%. The cities most affected by accidents were Canguçu (128 cases ) and São Lourenço do Sul (82 cases). It is hoped, with the data obtained allow a better planning so that preventive measures reduce the incidence of snakebites in the region.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/72397
Arquivos Descrição Formato
000877335.pdf (1.177Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.