Repositório Digital

A- A A+

Associação entre encurtamento telomérico e infecção por citomegalovírus no transtorno bipolar do tipo I

.

Associação entre encurtamento telomérico e infecção por citomegalovírus no transtorno bipolar do tipo I

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Associação entre encurtamento telomérico e infecção por citomegalovírus no transtorno bipolar do tipo I
Autor Rizzo, Lucas Bortolotto
Orientador Bauer, Moises Evandro
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Curso de Biomedicina.
Assunto Citomegalovirus
Envelhecimento celular
Linfócitos
Telômero
Transtorno bipolar
Resumo Introdução: O Transtorno Bipolar (TB) tem sido associado com um processo inflamatório e senescência celular precoce, evidenciado pelo menor comprimento telomérico (CT). O citomegalovírus humano (CMV) promove uma infecção assintomática latente em adultos imunocompetentes. Estudos sobre envelhecimento vêm relacionando a infecção por CMV a aceleração do processo de imunossenescência. Neste estudo, investigamos a sorologia para CMV e sua relação com marcadores de senescência celular, subtipos celulares e CT, no transtorno bipolar do tipo 1. Métodos: Células mononucleares do sangue periférico e DNA genômico foram isolados e o CT foi mensurado via PCR tempo real em vinte e quatro pacientes do sexo feminino com TB do tipo 1 eutímicas e dezessete controles pareadas por idade e sexo. A sorologia para IgM e IgG contra CMV foi avaliada por meio de ensaio de quimioluminescência. Foi utilizada citometria de fluxo para imunofenotipar os subtipos linfocitários (T, NK, NKT e CD8+CD28-). Resultados: Pacientes com TB apresentaram CT encurtado e níveis aumentados de CMV-IgG (todos p < 0,01). Nenhum dos pacientes e controles apresentou níveis significativos de IgM-CMV, excluindo infecção viral aguda. Os níveis de CMV-IgG foram associados com a expansão de células T senescentes (CD8CD28-) e com células NK, envolvidas no controle viral. Conclusões: Os dados contribuem para a hipótese de envelhecimento acelerado no TB, como sugere a expansão de células T senescentes e os telômeros encurtados. Este estudo também indica que a infecção por CMV pode ser uma força capaz de direcionar o TB a uma imunossenescência precoce.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/72420
Arquivos Descrição Formato
000883317.pdf (997.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.