Repositório Digital

A- A A+

Estudo retrospectivo analisando TRALI e pesquisa de métodos de detecção de anticorpos anti-neutrófilos

.

Estudo retrospectivo analisando TRALI e pesquisa de métodos de detecção de anticorpos anti-neutrófilos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo retrospectivo analisando TRALI e pesquisa de métodos de detecção de anticorpos anti-neutrófilos
Autor Lersch, Michelle
Orientador Onsten, Tor Gunnar Hugo
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Curso de Biomedicina.
Assunto Anticorpos anticitoplasma de neutrófilos
Insuficiência respiratória
Lesão pulmonar aguda
Transfusão de sangue
Resumo A insuficiência respiratória aguda não cardiogênica relacionada à transfusão (TRALI) é a causa mais comum de morte após transfusão sanguínea e ela é subdiagnosticada e subnotificada em todo o mundo. A causa mais comum é a transfusão de anticorpos anti-neutrófilos do doador para o receptor, o que leva a uma lesão do endotélio pulmonar, cujo órgão se encontra previamente estressado. Tais dados se repetem em nossos hospitais. Através de um estudo retrospectivo de 2006 a 2011, foi avaliado o histórico transfusional dos pacientes diagnosticados com insuficiência respiratória aguda de causa não cardiogênica das UTIs do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. A mortalidade encontrada foi alta, chegando a 95,8% nas UTIs, sendo que os únicos sobreviventes foram crianças. Dentre os 96 pacientes analisados, 22 são casos suspeitos de TRALI por terem transfundido em menos de 24 horas em relação ao diagnóstico. O hemocomponente que mais foi transfundido nesses casos foi concentrado de plaquetas. A média de transfusão nas UTIs do HCPA é de 5 a 6 mil por ano, portando, a incidência da TRALI foi dentro do esperado segundo a literatura, aparecendo 1 caso a cada 1600 transfusões. Em relação aos métodos de detecção dos HNA e HLA, o mais aplicável ao Banco de Sangue do HCPA é a combinação do Granulocyte Immunofluorence or Flow Cytometry (GIFT) com o Granulocyte Agglutination Test (GAT). É notável a necessidade de mais estudos perante essa cruel realidade. Mais importante do que novas formas de tratamento, são formas de detecção dos anticorpos causadores desta patologia, visando a prevenção da mesma.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/72427
Arquivos Descrição Formato
000883370.pdf (700.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.