Repositório Digital

A- A A+

Evasão escolar de alunos da educação de jovens e adultos na zona rural de Viamão

.

Evasão escolar de alunos da educação de jovens e adultos na zona rural de Viamão

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Evasão escolar de alunos da educação de jovens e adultos na zona rural de Viamão
Autor Calderon, Tanize Fagundes Bitencourt
Orientador Lemos, Mirian Pereira
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Especialização em EJA e Privados de Liberdade.
Assunto Educação de jovens e adultos
Evasão escolar
Viamão (RS)
Resumo O presente trabalho é fruto de uma pesquisa vinculada ao Curso de Especialização em Educação de Jovens e Adultos e Privados de Liberdade, da Faculdade de Educação, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), realizada com ex-alunos da escola EMEF Apolinário Alves dos Santos, situada juridicamente em zona rural, na cidade de Viamão. A escolha deste estudo de caso se deu por ser onde exerço minha docência há mais de dez anos e pela minha opção em trabalhar com a pesquisa do/no cotidiano. Para desenvolver esta pesquisa utilizei-me de questionários semi-estruturados aplicados a jovens que se evadiram da EJA no ano anterior e entrevistas no cotidiano, bem como da análise de documentos escolares O objetivo central deste trabalho foi diagnosticar os principais motivos que levam os jovens e adultos da zona rural de Viamão a interromper seus estudos, constituindo o fenômeno da evasão. No decorrer deste trabalho, questiono o conceito de rural, tendo em vista as transformações para o urbano que o contexto, no qual a escola está inserida vem passando,constituindo-se em um meio “rururbano” (GRAZIANO DA SILVA, 1999). São também motivos de questionamento as mudanças que estão ocorrendo com este público e dos valores trazidos por estes novos sujeitos da EJA. Após as análises dos perfis dos educandos e das justificativas do que os levou a não permanência na escola, percebi que os principais motivos que geram a evasão de jovens e adultos se equiparam tanto no meio rural, quanto no urbano ou “rururbano” e que causas especificamente rurais, neste caso, não são mais as únicas razões para afastamento ou evasão. A partir das ressignificações do espaço, enfatizo a adequação do currículo escolar na perspectiva de contemplar aprendizagens que façam sentido para estes educandos. Para tanto, as políticas públicas devem estar atentas a estas transformações no sentido de contribuir com o processo de mudança que tanto se almeja.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/72626
Arquivos Descrição Formato
000884017.pdf (1.866Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.