Repositório Digital

A- A A+

Comportamentos antissociais : fatores protetores na infância

.

Comportamentos antissociais : fatores protetores na infância

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comportamentos antissociais : fatores protetores na infância
Autor Silva, Nanucha Teixeira da
Orientador Heldt, Elizeth Paz da Silva
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Infância
Transtorno da personalidade anti-social : Adolescente
Transtorno da personalidade anti-social : Criança
[en] Adolescence
[en] Antisocial behavior
[en] Childhood
[en] Protection
[en] Systematic review
Resumo O presente trabalho tem por objetivo identificar fatores protetores de comportamentos antissociais na infância e adolescência através de uma revisão sistemática. Buscaram-se artigos nas bases de dados Scielo e ISI Web of Knowledge. Foram selecionados artigos originais com delineamentos longitudinais, transversais ou caso-controle a partir da década de 1990. Dos 108 resumos encontrados, 44 artigos foram acessados na íntegra e 17 preencheram os critérios de inclusão para o aceite final. A maioria dos estudos selecionados apresentou foco psicossocial e somente dois contemplaram aspectos biológicos. Entretanto, constatou-se que ambos os focos são complementares e indissociáveis. Os estudos com foco psicossocial apontaram como fatores de proteção: a família, a escola, a religiosidade, o círculo de amizades, a inteligência, a forma como as emoções são moduladas, ter metas e realizar outras atividades consideradas prossociais. Nos estudos com foco biológico, possuir o polimorfismo do gene MAOA mais ativo ou ter um sistema nervoso autonômico mais responsivo também conferem proteção. Não se pode afirmar que os resultados são plenamente conclusivos, pois há limitações nos estudos selecionados independentemente do foco adotado. Contudo, conhecer os fatores protetores na infância e adolescência para o desenvolvimento de comportamentos antissociais é o primeiro passo para a elaboração de estratégias de prevenção.
Abstract The purpose of this issue is to verify protective factors against antisocial behaviors in childhood and adolescence by means of systematic review. It was searched articles in Scielo and ISI Web of Knowledge. It was selected original articles with longitudinal, cross-sectional or group-control designs since 90’s. From 108 find abstracts, 44 articles were integrally accessed and 17 met inclusion criteria to the final accept. The most selected studies showed psicosocial focus and only 2 of them approached biological focus. Though, it was noted that both focus are additional and inseparable. The psicosocial studies pointed family, school, religion, peers, intelligence, the way how emotions are regulated, to have targets and to perform others prosocial activities as protective factors. The biologic studies pointed the MAOA gene polymorphism and autonomic nervous system responsiveness as protective factors. Can’t be affirming that results are fully conclusive, there are too many limitations in the selected studies. However, to cognize the antisocial behavior protective factors in childhood and adolescence are the first step to formulate preventive strategies.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/72680
Arquivos Descrição Formato
000707186.pdf (412.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.