Repositório Digital

A- A A+

Recuperação de larvas infectantes, carga parasitária e desempenho de cordeiros terminados em pastagens com distintos hábitos de crescimento

.

Recuperação de larvas infectantes, carga parasitária e desempenho de cordeiros terminados em pastagens com distintos hábitos de crescimento

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Recuperação de larvas infectantes, carga parasitária e desempenho de cordeiros terminados em pastagens com distintos hábitos de crescimento
Outro título Recovery of infective larvae, worm burden and performance of lambs finished on pasture with different growth habits
Autor Souza, Fernando Magalhães de
Orientador Poli, Cesar Henrique Espirito Candal
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Cordeiro
Parasito de animal
Pastagem
Planta forrageira
Produção animal
Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar a recuperação de larvas infectantes (L3) de parasitos gastrintestinais de cordeiros em três forrageiras com hábitos de crescimento diferentes, correlacionando com as variáveis do microclima, seu impacto na carga parasitária dos ovinos e seus reflexos no desempenho produtivo dos animais. Foram utilizadas como tratamentos três gramíneas tropicais: Cynodon spp. cv. Tifton-85; Panicum maximum cv. IZ-5 (Aruana) e Brachiaria brizantha cv. Marandu, porém decorridos 30 dias do início do trabalho os animais mantidos em Brachiaria apresentaram quadro de fotossensibilização e este tratamento foi interrompido. A contaminação parasitária na pastagem foi avaliada em três estratos diferentes: superior, médio e inferior, sendo essa contaminação (número de L3.kg–1 MS) correlacionada com a temperatura, a umidade relativa, a incidência de radiação solar e a precipitação pluviométrica; a estimativa da carga parasitária nos cordeiros foi determinada por exames coproparasitológicos. A concentração de L3.kg–1 MS nos três estratos coletados não teve diferença significativa entre os tratamentos (P>0,05). A identificação das L3 recuperadas da pastagem e a coprocultura apontaram o Haemonchus spp. como o parasito mais prevalente. O OPG médio dos animais não variou entre os tratamentos ao término do experimento (P>0,05). As médias de GMD dos ovinos não apresentaram diferença significativa (P>0,05) entre os tratamentos. Os dados de temperatura e umidade nos três estratos estudados, não apresentaram diferença significativa entre os tratamentos, enquanto a radiação solar no estrato inferior foi maior em aruana; entre as variáveis climáticas a que teve maior influência na recuperação larval foi a temperatura, em especial nos estratos médio e inferior. A recuperação larval apresentou uma correlação negativa significativa com a temperatura, o OPG teve correlação positiva com a precipitação pluviométrica, demonstrando que umidade elevada aliada a temperaturas amenas, mais do que o efeito da radiação solar, favorecem o desenvolvimento das larvas na pastagem e a infecção dos animais.
Abstract The aim of this study was to evaluate number of infective larvae of lambs gastrointestinal nematodes recovery from three forages with different growth habits, correlating with microclimate variables, their impact on worm burden of lambs and their effects on productive performance of animals. Were used as treatments three tropical grass: Cynodon spp. cv. Tifton-85; Panicum maximum cv. IZ-5 (Aruana) and Brachiaria brizantha cv. Marandu. But after 30 days of commencement of work animals kept in Brachiaria presented framework photosensitization and this treatment was stopped. The parasitic contamination in pastures was evaluated in three different layers: upper, middle and lower, and this contamination (L3.kg-1 MS) correlated with temperature, relative humidity, solar radiation and rainfall; estimating worm burden in lambs was determined by fecal examinations. The concentration of L3.kg-1 MS collected in three strata had no significant difference between treatments (P> 0.05). The identification of L3 recovered from pasture and fecal culture showed the parasite Haemonchus spp. as the most prevalent. The average EPG of the animals did not vary between treatments at the end of the experiment (P> 0.05). The average ADG of sheep showed no significant difference (P> 0.05) among treatments. The data of temperature and humidity in the three strata studied, showed no significant difference between treatments, while solar radiation in the lower stratum was higher in aruana; between climatic variables that had the greatest influence on larval recovery was temperature, especially in the middle and lower strata. The larval recovery showed a significant negative correlation with temperature, OPG had positive correlation with rainfall, demonstrating that high humidity combined with mild temperatures, more than the effect of solar radiation, favor the development of larvae on pasture and infection of animals.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/72786
Arquivos Descrição Formato
000886123.pdf (2.130Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.