Repositório Digital

A- A A+

Metas de manejo para sorgo forrageiro baseadas em estruturas de pasto que maximizem a taxa de ingestão

.

Metas de manejo para sorgo forrageiro baseadas em estruturas de pasto que maximizem a taxa de ingestão

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Metas de manejo para sorgo forrageiro baseadas em estruturas de pasto que maximizem a taxa de ingestão
Outro título Management targets for sorghum based on sward structures that maximize intake rate
Autor Fonseca, Lidiane
Orientador Carvalho, Paulo Cesar de Faccio
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Novilha de corte
Pastagem
Sorgo
[en] Canopy height
[en] Consumption
[en] Grazing methods
[en] Sorghum bicolor
Resumo O presente trabalho foi conduzido na EEA/UFRGS entre dezembro de 2009 e abril de 2010, e constituído por dois experimentos. Os tratamentos do experimento 1 (determinação da altura de entrada) consistiram de seis alturas de pasto (30, 40, 50, 60, 70 e 80 cm). No experimento 2 foram determinados níveis de rebaixamento do pasto em função da altura de entrada definida no experimento 1, sendo os tratamentos referentes a 16, 33, 50, 67 e 84% de rebaixamento da altura pré-pastejo O delineamento utilizado, em ambos os experimentos, foi o de blocos completos casualizados, com duas repetições no experimento 1 e três repetições para o experimento 2. Foram utilizadas 4 novilhas com idade e peso médio de 24±2 meses e 306±56,7 kg para o experimento 1. Três desses animais foram utilizados para o experimento 2, na ocasião com 26±2 meses e 339±45,5 kg. A determinação da taxa de ingestão baseou-se na metodologia de dupla pesagem. Para a determinação dos padrões comportamentais os animais foram equipados com aparelho registrador de movimentos mandibulares, denominado IGER-Behaviour recorder. No pasto foram realizadas medições de alturas pré- e pós-pastejo e amostragens para caracterização da massa de forragem pré-pastejo e distribuição vertical dos componentes morfológicos do pasto. Amostras para a caracterização da massa de forragem pós-pastejo foram obtidas para o experimento 2. Os resultados demonstraram que a taxa de ingestão dos animais no experimento 1 responde de forma quadrática em relação às alturas. A massa do bocado é reduzida em estruturas a partir de 50 cm de altura. Da mesma forma a taxa de bocados apresentou comportamento quadrático nas distintas alturas. Concluiu-se desse experimento que a altura que proporciona a melhor estrutura de pasto para pastejo encontra-se próxima a 50 cm. No experimento 2 encontrou-se que a taxa de ingestão, a massa de bocados e a taxa de bocados são constantes até o rebaixamento de 40% da altura pré- pastejo ótima. Desse conjunto de resultados originam-se metas de estruturas de pasto que permitem orientar o ma nejo visando obter elevados níveis de ingestão de forragem, quais sejam, altura ótima de pastejo até 50 cm e o nível de rebaixamento, no caso do método de pastejo com lotação intermitente, não deve ultrapassar 40%.
Abstract This study was conducted at the EEA / UFRGS from December 2009 to April 2010 and consisted of two experiments. The treatments of experiment 1 (determination of pre-grazing canopy height) consisted of six canopy heights (30, 40, 50, 60, 70 and 80 cm). At experiment 2, percentages of grazing down according to pre-grazing sward height defined at experiment 1 were determined, being treatments related to the grazing down of 16, 33, 50, 67 and 84% of pre-grazing canopy height. The experimental design used in both experiments was a completely randomized block design, with two replicates in experiment 1, and three replicates in experiment 2. Four heifers ageing 24 ± 2 months and mean weight of 306 ± 56.7 kg were used for experiment 1. Three of these animals were used for experiment 2, at that time with 26 ± 2 months and 339 ± 45.5 kg. The determination of short-term intake rate was based on double weighting technique; for the determination of behavioral patterns, the animals were fitted with a jaw movement automatic recorder, known as IGER Behaviour Recorder. In pasture, measurements of pre- and post-grazing sward height and samplings were proceeded to characterize the pre-grazing forage mass and the vertical distribution of its morphological components. Samples for the characterization of the post-grazing forage mass were also taken in experiment 2. The results showed that the intake rate of animals in experiment 1 have a quadratic respond in relation to the canopy heights. The bite weight fit to a broken line equation, being reduced from 50 cm. The biting rate, in turn, showed a quadratic response along different canopy heights. This experiment defined the canopy height, which provides the best sward structure is around 50 cm. At the experiment 2 the grazing down protocol demonstrated that intake rate, bite weight and biting rate are constant until the depletion of 40% of the optimal pre-grazing canopy height. From these set of results, sward targets are originated and allow for the orientation of management goals aiming to obtain high levels of intake rate. Therefore optimum grazing height around 50 cm, and the rate of grazing down in the case of rotational grazing should not exceed 40%.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/72791
Arquivos Descrição Formato
000885376.pdf (3.940Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.