Repositório Digital

A- A A+

Justiça social na adolescência : a voz dos protagonistas sobre a ética das relações comunitária

.

Justiça social na adolescência : a voz dos protagonistas sobre a ética das relações comunitária

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Justiça social na adolescência : a voz dos protagonistas sobre a ética das relações comunitária
Autor Silva, Caroline Lima
Orientador Castellá Sarriera, Jorge
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Adolescente
Bem-estar
Justiça social
Percepção social
Psicologia comunitária
[en] Adolescence
[en] Role of adolescents
[en] Social justice
[en] Well-being
Resumo O objetivo deste estudo foi conhecer as percepções sobre justiça social dos adolescentes, de acordo com a Psicologia Crítica e o paradigma da justiça social de Isaac Prilleltensky. Buscou-se verificar também a relação percebida entre as condições de justiça social (pessoal, relacional e coletiva) e o bem-estar, analisar o protagonismo dos adolescentes frente às questões de justiça social e, também, conhecer como os adolescentes relacionam a atual conjuntura sociopolítica e cultural brasileira com os princípios de justiça social. Foram realizados 7 grupos focais, com 46 participantes no total, com idades entre 14 e 17 anos, estudantes do ensino médio de escolas públicas e particulares da rede de ensino da cidade de Lajeado/RS. O roteiro de debate dos grupos focais considerou como questão-chave a percepção dos adolescentes sobre o conceito de justiça social. Os dados coletados foram analisados qualitativamente. Foram identificados indicadores relacionados às categorias: poder, capacidade, oportunidade, classe social, dinheiro, raça, cultura, educação e aparência. Observaram-se a naturalização com relação à cultura sobre questões de preconceito racial e a necessidade de educação em valores humanos através da implantação de políticas governamentais.
Abstract The purpose of this study was to understand the adolescents‟ perceptions about social justice based on Critical Psychology and social justice paradigm. In addition, this study sought to investigate the relationship between the perceived conditions of social justice (personal, relational and collective) and well-being. The work also examined the role of adolescents facing issues of social justice and (also to know) how teens relate the current sociopolitical and cultural Brazilian context with the principles of social justice. Seven focus groups were conducted with 46 total participants of both sexes, aged between 14 and 17 years. The adolescents are high school students from public and private schools of teaching network of Lajeado/RS. The script of debate in the focus groups considered as a key issue the adolescents‟ perception about the concept of social justice. The collected data were analyzed qualitatively by the method of analysis of the content. Indicators have been identified related to the categories: power, ability, opportunity, social class, money, race, culture, education, and appearance. It is observed the naturalization of culture on issues of racial prejudice and the need for education in human values through the implementation of government policies.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/72793
Arquivos Descrição Formato
000884122.pdf (1.134Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.