Repositório Digital

A- A A+

Conflitos conjugais : a perspectiva dos filhos

.

Conflitos conjugais : a perspectiva dos filhos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Conflitos conjugais : a perspectiva dos filhos
Autor Goulart, Viviane Ribeiro
Orientador Wagner, Adriana
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Conflito conjugal
Filhos
Relações familiares
Relações pais-criança
[en] Children
[en] Family relationship
[en] Marital conflict
Resumo Este trabalho objetivou conhecer a visão dos filhos sobre os conflitos conjugais, através da técnica do grupo focal. Participaram 17 estudantes de uma escola pública, que moravam com seus pais, divididos em dois grupos focais, um de 8 crianças (8-9 anos) e outro com 9 adolescentes (12-13 anos). Cada grupo teve um único encontro realizado na escola dos participantes. Os dados de cada grupo foram analisados qualitativamente, em separado. Na perspectiva dos filhos, os conflitos conjugais podem variar desde uma discussão até a agressão física, são recorrentes, versam sobre qualquer assunto, sendo a sua expressão predominantemente negativa. Os filhos parecem empreender esforços para reconhecer a ocorrência dos conflitos e entender suas causas e consequências. Para lidar com os sentimentos negativos despertados pelo conflito, os filhos adotam estratégias variadas, podendo se engajar em comportamentos extremamente destrutivos. No geral, a visão de crianças e adolescentes converge, apresentando algumas diferenças.
Abstract This study focused on children’s view of marital conflicts, through focus group technique. Participated 17 public school students, living with their parents. Participants were divided into two focus groups, one of eight children (8-9 years) and another with nine adolescents (12-13 years). Each group had a single meeting at participants’ school. Data from each group were qualitatively analyzed, separately. From the children’s perspective, marital conflicts can range from discussion to physical aggression, are recurrent, deal with any subject, and are predominantly negative in its expression. Children seem to make efforts to recognize the occurrence of conflicts and to understand its causes and consequences. To deal with the negative feelings aroused by the conflict, children adopt various strategies, and may engage in highly destructive behaviors. Overall, children and adolescents’ view converge, with some differences.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/72794
Arquivos Descrição Formato
000884127.pdf (876.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.