Repositório Digital

A- A A+

Estudo do componente árboreo de mata Ribeirinha no rio Camaquã, Cristal, RS

.

Estudo do componente árboreo de mata Ribeirinha no rio Camaquã, Cristal, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo do componente árboreo de mata Ribeirinha no rio Camaquã, Cristal, RS
Outro título Structure of the tree component of a riparian forest of the Camaquã River, Cristal, RS
Autor De Marchi, Tiago Closs
Orientador Jarenkow, Joao Andre
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Botânica.
Assunto Fitossociologia : Brasil : Rio Grande do Sul : Teses
Resumo As matas ribeirinhas no rio Camaquã constituem os maiores remanescentes da Floresta Estacional Semidecidual Ribeirinha no Estado, sendo muito pouco conhecidas florística e fitossociologicamente. Em um fragmento de mata ribeirinha na margem esquerda do baixo rio Camaquã, município de Cristal (31°01’01.7’’S e 51°56’42.0’’W, em torno de 14 m.n.m.) realizou-se um estudo do componente arbóreo, com o intuito de se determinar sua estrutura e relacionar os resultados obtidos com outras florestas no Estado. O clima da região é do tipo Cfa de Köppen, com médias anuais de temperatura de 18,9 °C, e de precipitação de 1.234 mm. Os solos são do tipo Planossolo Hidromórfico Eutrófico (Sge), de textura média/siltosa. O levantamento fitossociológico foi realizado em uma área de 1 ha, dividida em 100 parcelas de 10 x 10 m, onde foram amostradas todas as árvores com DAP maior ou igual a 5 cm. Foram calculados os parâmetros fitossociológicos empregados usualmente, além das estimativas de diversidade de Shannon (H’) e equabilidade de Pielou (J’). Relações florísticas com outras áreas foram feitas através da análise de coordenadas principais e de agrupamento, utilizando os índices de similaridade de Jaccard e Dice. No levantamento florístico foram encontradas 68 espécies arbóreas, a maioria características de ambientes ribeirinhos. Na fitossociologia foram amostrados 2.179 indivíduos, pertencentes a 29 espécies, 25 gêneros e 14 famílias. As famílias Myrtaceae, Euphorbiaceae, Fabaceae, Sapindaceae e Salicaceae apresentaram as maiores riquezas. Os valores de importância mais elevados foram registrados para espécies típicas de sub-bosque, que apresentam grande densidade (Sebastiania commersoniana, Allophylus edulis e Eugenia schuechiana). As espécies ocupantes do dossel, com densidades baixas ou intermediárias (Luehea divaricata e Nectandra megapotamica) destacam-se pela dominância. O índice de diversidade foi estimado em 2,342 nats.ind.-1 (J’= 0,695), sendo intermediário entre os menores valores estimados para as matas de restingas e os maiores para Florestas Estacionais Semideciduais na região. O predomínio de espécies zoocóricas demonstra ser uma floresta madura, embora se tenha encontrado uma grande participação de indivíduos com síndrome de dispersão abióticas. Por sua localização na Planície Costeira Interna, a área apresentou, floristicamente, uma grande influência de espécies provenientes das matas de encosta da Serra do Sudeste, havendo uma maior similaridade com as matas do rio Piratini e outras Florestas Estacionais Semideciduais.
Abstract The riparian forests of the Camaquã River constitute the largest fragmentary remains from the Semidecidual Riparian Seasonal Forest of the Rio Grande do Sul State, although they are not sufficiently known both floristically and phytosociologically. A study of the arboreous component of a forest fragment located at the left margin of the lower portion of the Camaquã River at Cristal Municipality (31°01’01.7’’S and 51°56’42.0W, circa 14 m.a.s.l) was carried out, in order to determine its structure and to compare it with other similar fragments in the Rio Grande do Sul State. Climate of the study site is of the Cfa type on Köppen’s classification; with a mean annual temperature of 18.9°C and a mean annual precipitation of 1,234 mm. Soils are Eutrophic Hydromorphic Planosoils with a mean/siltic texture. The phytosociological evaluation was made in an area of 1 ha, that divided in 100 equal plots of 10 x 10 m each, where all trees with more than 5 cm of diameter (on the breast height) were sampled. Usual phytosociological parameters were calculated, as well as Shannon’s diversity (H’) and Pielou’s uniformity (J’) indices. Floristic relationships with other areas were evaluated by the principal coordinate analysis and the Jaccard and Dice similarity indices. On the floristic evaluation 68 arboreous species, typical of riparian environments were identified. On the phytosociological survey 2,179 individuals were sampled, belonging to 29 species, 25 genus and 14 families. Families with a higher richness index were Myrtaceae, Euphorbiaceae, Fabaceae, Sapindaceae and Salicaceae. Higher values of importance were calculated for typical subcanopy species that showed a high density (Sebastiana commersoniana, Allophylus edulis and Eugenia schuechiana). Canopy structure was composed by species with low or intermediate densities (Luehea divaricata and Nectandra megapotamica), signed by their dominance. The estimated diversity index was 2,342 nats.ind.-1 (J’ = 0.695), an intermediate value considering the lower values for restinga forests and higher ones for semideciduous seasonal forests on the same region. Based on the predominance of species with zoocoric dispersion, the forest was assumed to be mature, although a high number of individuals with abiotic dispersion syndrome was observed. Floristically, due to its location on the Internal Coast Plain, the studied site has showed a great influence of species from the slope forests of the Southeastern Highlands, and a higher similarity with the forests of the Piratini River and other semideciduous seasonal forests.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/7462
Arquivos Descrição Formato
000545447.pdf (906.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.