Repositório Digital

A- A A+

Interferometria por radar de abertura sintética (InSAR)

.

Interferometria por radar de abertura sintética (InSAR)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Interferometria por radar de abertura sintética (InSAR)
Outro título Synthetic aperture radar interferometry
Autor Nievinski, Felipe Geremia
Orientador Souza, Sergio Florencio de
Data 2004
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Engenharia Cartográfica.
Assunto Interferometria
Radar
[en] DEM
[en] InSAR
[en] Radar
[en] SAR
Resumo Este relatório apresenta o trabalho de graduação desenvolvido com o objetivo geral de entender a técnica de interferometria por radar de abertura sintética (InSAR) para determinação da posição e deslocamento de alvos. Esta técnica tem despertado interesse devido à sua capacidade de gerar mapas de elevação através de um processo quase automático e mapas de deformação com sensibilidade até milimétrica, ambos com resolução de metros. O desenvolvimento deste trabalho incluiu a realização de uma revisão da literatura internacional sobre o assunto, a elaboração de um modelo do processamento InSAR na forma de fluxograma e o processamento interferométrico de um par de imagens SAR ERS1/2 e de três imagens ENVISAT. A principal conclusão deste trabalho é que a técnica de In- SAR ainda precisa ser mais desenvolvida em instituições de pesquisa, antes que seu uso se torne comum na produção regular por empresas de mapeamento.
Abstract This report presents the work developed as a graduation thesis with the general aim of understanding the technique of synthetic aperture radar interferometry (InSAR), as used for the determination of the position and displacement of targets. That technique has received attention due to its capability to generate elevation maps by a quasi-automatic process and deformation maps with milimetric sensibility, both with resolution in the order of meters. The development of this work included the review of international literature on that subject, the modeling of the InSAR processing in the form of a fluxogram, and the interferometric processing of a pair of ERS1/2 SAR images and of three ENVISAT images. The main conclusion of this work is that InSAR still needs to be developed further in research institutions, before its use becomes widespread in regular production by mapping companies.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/75664
Arquivos Descrição Formato
000891850.pdf (4.252Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.