Repositório Digital

A- A A+

Alterações na deriva litorânea e no balanço de sedimentos: molhes do rio Mapituba e praias adjacente, divisa entre os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina

.

Alterações na deriva litorânea e no balanço de sedimentos: molhes do rio Mapituba e praias adjacente, divisa entre os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Alterações na deriva litorânea e no balanço de sedimentos: molhes do rio Mapituba e praias adjacente, divisa entre os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina
Autor Zasso, Luciano Albuquerque
Orientador Barboza, Eduardo Guimaraes
Co-orientador Gruber, Nelson Luiz Sambaqui
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Balanço de sedimentos
Deriva litoranea
Manpituba, Rio (SC)
Molhes
Resumo O Rio Mampituba deságua no Oceano Atlântico e demarca a fronteira litorânea dos Estados de Santa Catarina (SC) e Rio Grande do Sul (RS) na Planície Costeira Sul Brasileira. Ao longo deste limite costeiro existem duas interrupções na deriva litorânea, uma composta pelos afloramentos de rochas da Bacia do Paraná no município de Torres-RS e a outra pelo Rio Mampituba. A quebra na deriva litorânea neste ponto já existia naturalmente, devido à barreira hidráulica constituída pela foz natural do rio, porém seus efeitos eram brandos. Em meados da década de 70 foram construídos dois guias correntes que se prolongam mar adentro, constituindo dois molhes, um ao sul e outro ao norte na desembocadura do rio. A partir dessa construção começaram a surgir modificações morfodinâmicas, que alteraram os setores costeiros a montante e a jusante dos molhes. São duas as praias adjacentes aos molhes que há quase quatro décadas convivem com as consequências da obra: a Praia Grande no município de Torres (RS) ao sul, e a Praia de Passo de Torres (SC) na cidade de mesmo nome ao norte do rio. Os métodos utilizados nesse trabalho são compostos de observação e diagnóstico periódico de campo com levantamento de perfis topográficos ao longo dos dois segmentos praiais adjacentes aos molhes durante um ano. Aliados a esse método, foram coletadas amostras de sedimentos e também foi realizada uma classificação morfodinâmica dos segmentos. Além disso, foi elaborado um levantamento multitemporal com imagens de satélite e fotos aéreas em um período de 45 anos. Desse modo, foi possível quantificar as taxas de erosão na praia no setor extremo norte à sotamar das estruturas na praia de Passo de Torres e de deposição nos demais setores os quais provocaram um processo de (re) organização do espaço praial. Os segmentos praiais próximos aos molhes foram caracterizados como zonas de sombra para as ondulações por apresentarem variações morfodinâmicas distintas dos demais segmentos. Por fim, este estudo propõe subsídios para um melhor gerenciamento dos setores costeiros afetados.
Abstract The Mampituba River inlet flows into the Atlantic Ocean and demarks the coastal border between the states of Rio Grande do Sul (RS) and Santa Catarina (SC) in the South Brazilian Coastal Plain. By this coastal limit, there are two interruptions in the longshore drift, one composed by the granite outcrops of the Paraná Basin in the city of Torres (RS) and the other by the Mampituba River. The interruption in the longshore drift in this place already happened but was a natural process that exist due the hydraulic barrier that the inlet naturally do, but the effects weren´t so intense. During the early seventies two jetties were built, one in the south and another one in the north side of the inlet. After this construction morphodynamics changes started to happen and the changes occur in the two streches of coast, upper and downdrift of the jetties. They are two beaches, adjacent of the inlet, that are living with the consequences of the work by almost four decades: the Praia Grande in the city of Torres (RS) located south and the beach of Passo the Torres (SC), in the city with the same name in the north side of the river. The methods used in this research are the periodic field observation and diagnosis with topographic profiles survey in both beaches over a year. Combined with this method, sediment samples were collect, and a morphodinamic classification of the beach segments was also performed. Beside this, was developed a multitemporal survey with satellite images and aerial photographs over a period of 45 years. With this method, it was possible quantify the rates of erosion in the further north sector, downdrift of the jetties in Passo the Torres beach and accretion in other sectors, which caused a reorganization process in the beach environment. The beach segments near the jetties were characterized like shadows zones for the waves by presenting differents morphodynamics variations comparing with the other segments. Finally, this study proposes subsidies for a better management of affected coastal areas.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/75667
Arquivos Descrição Formato
000891819.pdf (6.675Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.