Repositório Digital

A- A A+

Superfícies estriadas no embasamento granítico e vestígio de pavimento de clastos neopaleozóicos na região de Salto, SP

.

Superfícies estriadas no embasamento granítico e vestígio de pavimento de clastos neopaleozóicos na região de Salto, SP

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Superfícies estriadas no embasamento granítico e vestígio de pavimento de clastos neopaleozóicos na região de Salto, SP
Outro título Neopaleozoic striated surfaces in the granitic basement and clast pavement remains of Salto, SP
Autor Pérez Aguilar, Annabel
Souza, Paulo Alves de
Petri, Setembrino
Juliani, Caetano
Hypólito, Rafhael
Monteiro, Lena V.S.
Ezaki, Sibele
Moschini, Francisco A.
Resumo Nas proximidades da Cerâmica Guaraú, localizada a sudoeste da cidade de Salto, Estado de São Paulo, dois afloramentos de granito, distantes algumas dezenas de metros um do outro, exibem superfícies estriadas neopaleozóicas. Essas superfícies estão em contato com diamictitos do Subgrupo Itararé. As estrias correspondem a sulcos subparalelos com espaçamento e profundidade milimétrica, possuindo uma direção média de N48oW e mergulhos variando entre 12o e 42o para SE. As feições observadas e a sua associação com diamictitos indicam uma origem por abrasão glacial devido ao movimento de massas de gelo de sudeste para noroeste. A aproximadamente 1,8 km a este da cidade de Salto foi encontrado, no topo de afloramentos de granito, material inconsolidado contendo abundantes clastos de quartzito facetados e estriados. Esses clastos foram interpretados como vestígios de um pavimento de castos.
Abstract Near Guaraú Ceramic, localized southwest of Salto city in the State of São Paulo, two granite outcrops, distant some tens of meters from each other, display Neopaleozoic striated surfaces. These surfaces are in contact with diamictites from the Itararé Subgroup. The striae correspond to sub parallel grooves with millimetric spacing and depth, oriented about N48E and dipping 12° to 42° towards SE. Observed features and association with diamictites indicate an origin by glacial abrasion due to ice movement from southeast towards northwest. About 1.8 km east of Salto, unconsolidated material containing flat-iron-shaped and striated clasts was found on top of granite outcrops, interpreted as clast pavement remains.
Contido em Rem: revista Escola de Minas. Vol. 62, n. 1 (jan./mar. 2009), p. 17-22
Assunto Subgrupo itarare
Superficies estriadas
[en] Diamictites
[en] Itararé Subgroup
[en] Striated Neopaleozoic surfaces
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/75704
Arquivos Descrição Formato
000761202.pdf (760.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.