Repositório Digital

A- A A+

Uma alternativa para a estimativa de teores em depósitos de ouro : geoestatística paramétrica de campo

.

Uma alternativa para a estimativa de teores em depósitos de ouro : geoestatística paramétrica de campo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uma alternativa para a estimativa de teores em depósitos de ouro : geoestatística paramétrica de campo
Autor Machado, Rochana da Silva
Orientador Costa, Joao Felipe Coimbra Leite
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais.
Assunto Depósitos auríferos
Geoestatistica
Resumo Teores elevados e erráticos são comuns no campo das geociências, encontrados principalmente em depósitos minerais de metais preciosos, tais como ouro e platina. A ocorrência de outliers, ou valores extremos, não parece seguir o mesmo padrão de ocorrência dos teores mais baixos. Devido aos possíveis efeitos na estimativa de teores, tais como superestimativa do metal contido, e consequentemente dos recursos minerais, os outliers devem ser identificados e tratados de forma cuidadosa. Analistas de recursos minerais têm trabalhado em diversos depósitos auríferos, e em todos eles, nenhum dos métodos matemáticos foi capaz de evitar intervenções manuais, tais como o corte de altos teores para estimativas locais ou a utilização de informações além dos dados para inferir os variogramas. A Geoestatística Paramétrica de Campo (FPG) foi estudada nesta dissertação como uma alternativa para a realização de estimativas a partir de dados que exibem distribuição de probabilidade altamente assimétrica. Esta técnica se propõe a efetuar o controle dos valores extremos com certo rigor matemático e menos subjetividade do que as técnicas atualmente aplicadas. Na aplicação da FPG, os teores e sua representatividade são incorporados a uma nova variável mais adequada às estimativas – a extensão acumulada padronizada do teor ( ), o que reduz automaticamente a influência dos altos teores sem intervenção manual direta. Neste trabalho, são realizados estudos comparativos entre os resultados produzidos na aplicação do FPG e resultados obtidos com outras técnicas comumente usadas na estimativa de teores, através da aplicação no banco de dados Walker Lake e no depósito aurífero de Amapari, localizado no norte do Brasil. A Geoestatística Paramétrica de Campo forneceu resultados robustos para a estimativa de teores na presença de valores extremos, local e globalmente. Para os dados cuja distribuição de frequências apresenta pouca ou nenhuma assimetria os resultados globais e locais fornecidos pela metodologia FPG podem ser obtidos de forma semelhante pela aplicação da krigagem ordinária. De forma geral, a Geoestatística Paramétrica de Campo mostrou-se uma alternativa adequada para a estimativa de teores de minérios auríferos, com distribuição de frequência fortemente assimétrica, sem a subjetividade inerente à escolha de teores de corte para valores extremos.
Abstract High anomalous grades are common in geosciences, mostly found in mineral deposits of precious metals such as gold and platinum. The occurrence of outliers in mineral deposits does not seem to follow the same pattern of occurrence of low grades. Due to the possible undesirable effects caused by high values on grade estimation, such as overestimation of the metal content, and therefore overestimation of mineral resources, outliers should be identified and treated carefully. Mineral resources analysts have worked on several gold deposits, and in all of them, none of interpolation methods were able to avoid manual interventions, such as cutting high grades for local estimation or using more information beyond the data to infer the variogram. The Field Parametric Geostatistics (FPG) was studied in this thesis as an alternative for the estimation from data that have highly skewed probability distribution. This technique aims to control the effect of extreme values on the block estimations with some mathematical rigor and less subjectivity than the techniques currently applied. In the application of FPG, the grades and their representativeness are incorporated into a new variable that is more suitable for the estimates - the cumulative standardized extension of grades (τ), which automatically reduces the influence of high grades without manual intervention. In this study, various tests were realized using distinct kriging methods and the results compared to the ones derived from the application of FPG. Two case studies were selected including the Walker Lake dataset and the Amapari gold deposit, located in northern Brazil. The results showed that Field Parametric Geostatistics provided robust results for grade estimation in the presence of outliers, locally and globally. For data showing symmetric (or low asymmetry) probability distribution function, the results provided by FPG were similar to the ones obtained by ordinary kriging. Overall, the Field Parametric Geostatistics was a suitable alternative for grade estimation whose probability distribution function shows strong positive asymmetry, such as gold grades, and its use refrain from the subjectivity inherent to the choice of cutoff grades for extreme values.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/75883
Arquivos Descrição Formato
000883941.pdf (8.237Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.