Repositório Digital

A- A A+

Residência multiprofissional em saúde : mobilizações, conflitos e controvérsias no processo de regulamentação

.

Residência multiprofissional em saúde : mobilizações, conflitos e controvérsias no processo de regulamentação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Residência multiprofissional em saúde : mobilizações, conflitos e controvérsias no processo de regulamentação
Autor Alexandre, Elaine Maria
Orientador Rossoni, Eloá
Data 2013
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Especialização em Práticas Pedagógicas para Educação em Serviços de Saúde.
Assunto Atenção
Formação
Profissional da saúde
Residência
Resumo A Residência Multiprofissional em Saúde (RMS) foi uma das políticas federais aprovada pela Lei nº 11.129/2005, com a finalidade de atender a necessidade de formação de profissionais de saúde para atuação no SUS. O processo de criação e regulamentação da RMS é permeado por diferentes interesses e relações de poder, que, de certa forma, definem o desenho do que é regulamentado. Este estudo descreve como ocorreu a regulamentação da RMS desde sua criação pelo Ministério da Educação (MEC), em 2005 até 2012. Trata-se de uma pesquisa documental realizada através da busca de documentos disponíveis no portal do MEC, de publicações de leis, resoluções e portarias sobre a RMS no Diário Oficial da União, estudos e relatórios publicados sobre o assunto. A análise do material propiciou o agrupamento da legislação em 3 categorias: a) leis que criaram a RMS; b) resoluções e portarias que normatizam o funcionamento do programa e c) resoluções e portarias que definem a composição e a função da CNRMS. Neste período, 4 Seminários Nacionais de RMS e 2 Encontros Nacionais de Residência em Saúde foram realizados para dar subsídios à regulamentação da RMS. Uma das controvérsias foi a exclusão da categoria médica da composição das profissões, certamente estimulada pelo Movimento do Ato Médico. Outro aspecto foram as mudanças na composição da CNRMS da Portaria 45 para 1.077 e, desta, para a 1224, fortalecendo mais os gestores e as corporações do que as representações de residentes, preceptores/tutores e coordenadores de programas.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/76041
Arquivos Descrição Formato
000892962.pdf (525.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.