Repositório Digital

A- A A+

Efeito da esquila e do nível de feno na dieta de cordeiros confinados no inverno

.

Efeito da esquila e do nível de feno na dieta de cordeiros confinados no inverno

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito da esquila e do nível de feno na dieta de cordeiros confinados no inverno
Outro título Effect of shearing and level of hay in the diet of lambs confined in winter
Autor Zago, Daniele
Orientador Poli, Cesar Henrique Espirito Candal
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Nutricao animal
Ovino
Produção animal
Resumo Considerando-se que a esquila afeta o consumo dos ovinos e que a inclusão de volumoso na dieta de terminação pode aumentar a viabilidade do confinamento, objetivou-se testar, na terminação de cordeiros, o efeito da esquila e sua relação com o consumo de volumoso. Foram utilizados 45 cordeiros machos, castrados, com 8 meses e peso inicial de 24 kg. O experimento aconteceu de 12 a 06/07/2011, em um delineamento experimental em blocos com parcelas subdivididas com três repetições, os animais esquilados representavam a sub parcela. Os cordeiros receberam três dietas, em todas elas foi ofertado à vontade uma ração comercial com tamanho máximo de partícula de 6mm, que diferenciaram-se pela oferta de feno de Tifton (Cynodon dactylon): 0, 50 e 100% do consumo voluntário. O consumo voluntário dos animais foi observado no período pré-experimental de 15 dias e foi de 4,3% PV de ração (MS) e 0,25% PV de feno (MS). Os cordeiros foram confinados em baias coletivas com 5 animais, 2 de cada baia foram esquilados. O efeito da esquila foi correlacionado com a temperatura do olho, região das costelas e virilha dos cordeiros, utilizando-se um termógrafo por infravermelho, e avaliado através do ganho médio diário (GMD), consumo de concentrado (CC), consumo de volumoso (CV), consumo total de MS (CTMS) e tempo de ruminação (TR). O abate foi no dia 8 de julho de 2011, ao alcançarem 30kg PV. Foram avaliadas características sensoriais, cor, área de olho de lombo, rendimento e peso das carcaças. Os tratamentos e a esquila não influenciaram o GMD. O CV nos animais esquilados foi 29,02 gMS/animal/dia, (P 0,05) maior do que nos não esquilados (18,34 gMS/animal/dia). Devido a isso o TR foi significativamente maior nos animais esquilados (4,63 h/animal/dia) do que nos não esquilados (3,63 h/animal/dia). A inclusão de feno e a esquila não afetaram o CTMS, o TR foi maior (P 0,05) no tratamento que recebeu maior quantidade de feno (4,83 h/animal/dia) e menor naquele em que ofertou-se apenas ração (3,48 h/animal/dia). O animais que receberam 0 ou 100% do consumo potencial de feno, e os esquilados, produziram carcaças mais pesadas (P<0,05). Os animais submetidos à dieta 50 produziram carne mais suculenta. A carne dos cordeiros não esquilados obtiveram maior teor de amarelo. O tamanho de partícula de 6mm parece ser suficiente para manter o funcionamento saudável do rúmen. A esquila e o nível de feno não tem efeito sobre o ganho de peso de cordeiros em terminação, mas podem alterar seu comportamento ingestivo e algumas características físicas e sensoriais da carne.
Abstract Considering that esquila affects consumption of sheep and that the inclusion of roughage termination may increase the feasibility of containment, this study aimed to test the effect of esquila and its relationship with the roughage intake in finish lambs. We used 45 castrated lambs with 8 months and initial live weight of 24 kg. The experiment was performed between May 12th 2011 and July 06th 2011, in a randomized complete block with split plots designer and with three replications, shorn animals represented the sub plot. Lambs were fed three diets in all they offered was at ease a commercial ration with maximum particle size of 6mm, which differentiated it self by offering Tifton hay (Cynodon dactylon): 0, 50 and 100% of voluntary intake. The voluntary intake of the animals was observed in the pre-trial period of 15 days and was 4.3% BW feed (DM) and 0.25% BW of hay (DM). Lambs were housed in collective pens with 5 animals per pen were two shorn. The effect of shearing was correlated with the temperature of the eye, the ribs and groin lambs, using an infrared thermographer, and evaluated by the average daily gain (ADG), concentrate intake (CI), forage intake (FI), total DM intake (TDMI) and rumination time (RT). The slaughter was on July 8, 2011, to reach 30 kg BW. We evaluated the sensory characteristics, color, loin eye area, yield and carcass weight. Treatments and shearing did not affect ADG. The FI shorn animals was 29.02 gDM/animal/day (P 0.05) higher than in unshorn (18.34 gDM/animal/day). Because of this RT was significantly higher in shorn animals (4.63 h/animal/day) than in unshorn (3.63 h/animal/day). The inclusion of hay and shearing not affect the TDMI, RT was higher (P 0.05) in treatments with higher amount of iron (4.83 h/animal/day) lower than that in feed offered only (3.48 h/animal/day). The animals that received either 0 or 100% of the potential consumption of hay, and shorn animals, heavier carcasses (P<0.05). The animals underwent 50 diet produced meat juicier. Meat from unshorn lambs had higher yellow content. The particle size of 6mm seems sufficient to maintain the healthy functioning of the rumen. The shearing and level of hay has no effect on weight gain of finishing lambs, but can change their ingestive behavior and some physical and sensory characteristics of the meat.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/76208
Arquivos Descrição Formato
000893225.pdf (8.525Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.