Repositório Digital

A- A A+

Determinação genotípica e antigênica de Giardia duodenalis em fezes de crianças, cães domiciliados e errantes na cidade de Lages, Santa Catarina, Brasil

.

Determinação genotípica e antigênica de Giardia duodenalis em fezes de crianças, cães domiciliados e errantes na cidade de Lages, Santa Catarina, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Determinação genotípica e antigênica de Giardia duodenalis em fezes de crianças, cães domiciliados e errantes na cidade de Lages, Santa Catarina, Brasil
Autor Quadros, Rosiléia Marinho de
Orientador Araujo, Flávio Antônio Pacheco de
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Cães
Crianças
Genótipo
Giardia duodenalis
Protozoologia veterinaria
Saude publica : Veterinaria
Resumo O estudo teve por objetivo determinar a eficácia do teste de ELISA para Giardia duodenalis e identificar os genótipos do protozoário em amostras fecais de crianças e cães na cidade de Lages, Santa Catarina. Foram avaliadas 1085 amostras fecais distribuídas em quatro grupos: crianças (Grupo I) matriculadas no ensino fundamental das Escolas Municipais de Ensino Básico (EMEB); amostras fecais de crianças obtidas em um laboratório particular da cidade (Grupo II); cães em ambientes domiciliados (Grupo III) e cães provenientes do Centro de Controle de Zoonoses (Grupo IV). Todas as amostras foram processadas pelos métodos coproparasitológicos de flutuação e sedimentação para determinar a presença de cistos de G. duodenalis. As amostras processadas pelos exames coproparasitológicos foram posteriormente analisadas pelo teste de ELISA e as amostras positivas genotipadas. A prevalência de amostras positivas para o parasito foi de 7,19% (78/1085). Das 430 amostras fecais de crianças e cães analisadas pelo teste de ELISA; 19,07% (82) foram positivas para G. duodenalis. A sensibilidade do teste de ELISA foi de 66%, 100% de especificidade, valor preditivo positivo (VPP) e negativo (VPN) de 100%, valor de Kappa = 0,93 e acurácia de 93%. Em relação às populações, o teste de ELISA para o diagnóstico de Giardia em amostras fecais de crianças apresentou sensibilidade de 60% e especificidade de 100%; para cães a sensibilidade foi de 73% e especificidade também de 100%. Conclui-se que o teste de ELISA apresentou alta especificidade, porém não apresentou boa sensibilidade em relação ao exame parasitológico, que aliado ao alto custo faz com que os exames de rotina laboratoriais na área humana e animais baseados na microscopia ainda são a opção mais eficaz para o diagnóstico de G. duodenalis. Em relação à identificação genotípica de isolados de G. duodenalis, através da PCR-RFLP usando o gene gdh, o genótipo (assemblage) A foi identificado nos Grupos I e II em 59,41% (22/39) das amostras com pequena prevalência para o subgenótipo AI (54,55%); o genótipo B foi diagnosticado em 43,59% (17/39) com maior prevalência para o subgenótipo BIV (58,82%). Nos grupos caninos III e IV o genótipo com características zoonóticas (A e B) foi diagnosticado em 64,10% (25/39), sendo diagnosticado AI com 53,85% e 10,26% de BIV. Em relação aos genótipos específicos de carnívoros (C e D) a prevalência foi de 35,90% (14/39) com predominância do genótipo C (71,43%) e 28,57% para o genótipo D. O estudo identificou uma variedade de genótipos em crianças e cães, com elevada prevalência de genótipos de características zoonóticas nos cães.
Abstract The study aimed to determine the efficacy of the ELISA test for G. duodenalis and identify the genotypes of the parasite in stool samples from children and dogs in the city of Lages, Santa Catarina. We evaluated 1085 faecal samples divided into four groups: Children (Group I) enrolled in basic public education; faecal samples obtained from children in a private laboratory in the city (Group II ) domiciled dogs ( Group III) and dogs from the Center for Zoonosis Control (Group IV). All samples were processed by the methods of faecal flotation and sedimentation to determine the presence of cysts of G. duodenalis. The samples processed by fecal examinations were subsequently analyzed by ELISA and positive samples genotyped. The prevalence of samples positive for the parasite was 7.19% (78/1085). Of the 430 stool samples from children and dogs analyzed by ELISA; 19.07% (82) were positive for G. duodenalis. The test sensitivity was 66%, specificity 100%, positive predictive value (PPV) and negative (NPV) of 100%, Kappa value = 0.93 and 93% accuracy. In relation to the population, the ELISA test showed sensitivity of 60% and specificity of 100%, for children and sensitivity was 73% and specificity of 100% for dogs. We conclude that the ELISA test is highly specific but less sensitivity to parasitological examination, so the routine tests in laboratory animals and human area-based microscopy are still the most efficient option for the diagnosis of G. duodenalis. Regarding the identification of G. duodenalis genotypes, by PCR-RFLP using the gdh gene, genotype (assemblage) A was identified in Groups I and II in 59.41% (22/39) samples with low prevalence to subgenotype Al (54.55%) , genotype B was diagnosed in 43.59% (17/39) with higher prevalence in subgenotype BIV (58.82%). Canine groups III and IV genotype with zoonotic characteristics (A and B) was diagnosed in 64.10% (25/39) was diagnosed with AI 53.85% and 10.26% of BIV. In specific genotypes of carnivorous (C and D) the prevalence was 35.90% (14/39) with predominant genotype C (71.43%) and 28.57% for genotype D. The study identified a variety of genotypes in children and dogs, with a high prevalence of genotypes characteristics zoonotic in dogs.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/76532
Arquivos Descrição Formato
000894072.pdf (9.81Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.