Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do endotélio corneano suíno por microscopia eletrônica de varredura após aplicação de azul brilhante a 0,05% na câmara anterior – Estudo in vitro

.

Avaliação do endotélio corneano suíno por microscopia eletrônica de varredura após aplicação de azul brilhante a 0,05% na câmara anterior – Estudo in vitro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do endotélio corneano suíno por microscopia eletrônica de varredura após aplicação de azul brilhante a 0,05% na câmara anterior – Estudo in vitro
Outro título Swine corneal endothelium scanning electron microscopy after brilliant blue 0.05% intracameral use – in vitro study
Autor Tessarioli, Mariana
Orientador Pigatto, João Antonio Tadeu
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Córnea
Endotélio
Microscopia eletronica de varredura
Oftalmologia : Pequenos animais
Suínos
Toxicidade
[en] Brilliant blue 0.05%
[en] Corneal endothelium
[en] Swine
[en] Toxicity
Resumo Diversos corantes vitais vêm sendo estudados e utilizados para a facilitação da capsulotomia curvilínea contínua (CCC) nas cirurgias de catarata no homem e nos animais. Além de corar adequadamente a cápsula anterior da lente e favorecer um melhor desempenho do cirurgião durante a realização da CCC, os corantes vitais devem ser seguros quanto aos seus efeitos sobre as estruturas oculares, em especial ao endotélio corneano, quando empregados com esta finalidade. O azul brilhante é um corante vital já empregado em cirurgias oculares do segmento posterior para coloração da retina e atualmente estudado sobre seu potencial de utilização em cirurgias de catarata para coloração da cápsula anterior da lente. Com o objetivo de avaliar os efeitos do uso intracameral do azul brilhante 0,05% na ultra-estrutura do endotélio corneano de suínos, vinte córneas de suínos foram avaliadas divididas em dois grupos: córneas dos bulbos oculares direitos (grupo controle) e esquerdos (grupo experimental). Todos os bulbos oculares foram previamente avaliados por microscopia especular. No grupo experimental foi realizada injeção intracameral de 0,2ml do corante azul brilhante 0,05% (OPTH-blue®) que permaneceu por um minuto antes de ser removido pela aplicação de solução salina balanceada. As córneas de ambos os grupos foram excisadas e avaliadas por microscopia eletrônica de varredura. Não houve diferença entre as imagens endoteliais obtidas em ambos os grupos. O uso intracameral do azul brilhante 0,05% não causou efeitos deletérios ao endotélio corneano dos suínos e pode, portanto, ser considerado uma escolha segura para a coloração da cápsula anterior da lente para cirurgias de catarata.
Abstract Several vital dyes have been studied and used to help the continuous curvilinear capsulotomy (CCC) in cataract surgery in men and animals. Besides staining the anterior capsule of the lens properly and providing the surgeons a better performance in the CCC, the vital dyes must be safe for their effects on ocular structures, particularly the corneal endothelium when used for this purpose. The brilliant blue is a vital dye already employed in the posterior segment eye surgeries for retinal staining and currently studied about its potential use in cataract surgeries to stain the anterior capsule of the lens. In order to evaluate the effects of the use of 0.05% intra-cameral brilliant blue in the ultra-structure of the corneal endothelium of pigs, twenty swine corneas were evaluated in two groups: right eye bulb corneas (control group) and left eye bulb corneas (experimental group). All eye bulbs were previously evaluated by specular microscopy. In the experimental group, a 0.2 ml intra-cameral injection of 0.05% brilliant blue dye (blue-OPTH ®) was given, which remained for a minute before being removed by the application of balanced salt solution. The corneas of both groups were excised and evaluated by scanning electron microscopy. There was no difference between the endothelial images obtained in both groups. The use of 0.05% intra-cameral brilliant blue caused no detrimental effects to the corneal endothelium of pigs and can therefore be considered a safe choice for staining the anterior capsule of the lens for cataract surgery.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/76541
Arquivos Descrição Formato
000894082.pdf (3.149Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.