Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do crescimento de plantas de morangueiro durante a aclimatização ex vitro

.

Avaliação do crescimento de plantas de morangueiro durante a aclimatização ex vitro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do crescimento de plantas de morangueiro durante a aclimatização ex vitro
Outro título Evaluation of the growth of strawberry plants during ex vitro acclimatization
Autor Calvete, Eunice Oliveira
Kampf, Atelene Normann
Bergamaschi, Homero
Daudt, Rafael Henrique Schuur
Resumo A fim de otimizar a micropropagação de morangueiro cv Campinas, reduzindo as perdas durante a aclimatização, foi realizado este trabalho na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O objetivo foi correlacionar a presença de sacarose no tecido vegetal com a produção de biomassa, na aclimatização. As plântulas desenvolvidas in vitro, após permanecerem três semanas na etapa de enraizamento, em quatro concentrações de sacarose (15, 30, 45 e 60 g L-1), foram transplantadas para bandejas de isopor de 72 células. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com cinco repetições. Cada parcela constituiu-se de 36 mudas, totalizando 720 plantas. Foram avaliadas as taxas de sobreviventes (%) e de crescimento (mg semana-1), área foliar (cm2), massa seca da parte aérea (mg), área foliar específica (cm2 mg-1), razão de massa foliar (mg mg-1) e razão da área foliar (cm2 mg mg-1). Estabeleceu - se a dosagem de 45g L-1 de sacarose em meio MS para o cultivo de morangueiro cv Campinas, como a melhor concentração para a produção de biomassa ex vitro. Também foi verificado que essas mudas necessitaram de três a quatro semanas para se adaptarem às novas condições ambientais, e somente após, retomaram o crescimento.
Abstract A study was carried out in the Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul to optimize the process of micropropagation of strawberry plants (cultivar Campinas) and to reduce plant losses during acclimatization. The objective of this experiment was to relate plant tissue sucrose levels to biomass production during acclimatization. Strawberry seedlings were grown in vitro, rooted for three weeks under four sucrose levels (15, 30, 45, and 60 g L-1), and transplanted to polyethylene trays bearing 72 cells. The experimental units were arranged in a complete randomized blocks design with five replications. Each plot comprised 36 seedlings and a total of 720 plants. There were evaluated the plant’s survival rate (%), growing rate (mg week-1), leaf area (cm2), dry matter (mg) of the above ground plant parts, specific leaf area (cm2 mg-1), leaf mass ratio (mg mg-1), and leaf area ratio (cm2 mg mg-1). Best ex vitro biomass production, was obtained using 45 g L-1 sucrose rate, in MS medium for growth of Campinas strawberry plants. Also, strawberry seedlings needed three to four weeks to adapt themselves to the new ambient conditions and to resume their growing.
Contido em Horticultura Brasileira, Brasília. Vol. 18, n. 3 (nov. 2000), p. 188-192
Assunto Morango : Reprodução vegetal : Micropropagação : Substrato : Aclimatização : Crescimento
[en] Biomass
[en] Fragaria X ananassa Duch
[en] Growth evaluation
[en] Sucrose
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/76618
Arquivos Descrição Formato
000281250.pdf (1.075Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.