Repositório Digital

A- A A+

Age and time exposure-related toxicity of Fenthion to Male and Female Anastrepha fraterculus (Wied.) (Diptera: Tephritidae)

.

Age and time exposure-related toxicity of Fenthion to Male and Female Anastrepha fraterculus (Wied.) (Diptera: Tephritidae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Age and time exposure-related toxicity of Fenthion to Male and Female Anastrepha fraterculus (Wied.) (Diptera: Tephritidae)
Outro título Toxicidade do Fentiom Relacionada à Idade e ao Tempo de Exposição de Machos e Fêmeas de Anastrepha fraterculus (Wied.) (Diptera: Tephritidae)
Autor Humeres, Eduardo
Cruz, Ivana Beatrici Manica da
Oliveira, Alice Kalisz de
Resumo O efeito da idade, sexo e tempo de exposição de machos e fêmeas de Anastrepha fraterculus (Wied.) à toxicidade do fentiom foi avaliado. A idade das moscas mostrou ser importante para o aparecimento dos primeiros sintomas de intoxicação; machos e fêmeas no pico reprodutivo (30 e 60 dias de idade, respectivamente) são menos susceptíveis ao inseticida que moscas nas demais idades (quatro e 120 dias). Não foram detectadas diferenças de toxicidade relacionadas com o peso corporal dos insetos. O TL50, que variou de 3-7 min, mostrou serem os machos menos sensíveis que as fêmeas em todas as idades testadas. Adultos de ambos os sexos, com 30 dias de idade, submetidos a uma exposição contínua e descontínua ao fentiom, não apresentaram efeito toxicológico cumulativo do inseticida. Análises estatísticas sugerem a possivel ocorrência de um mecanismo geral de desintoxicação (quantitativo e/ou qualitativo) relacionado com o sexo, a idade e o tempo de exposição ao fentiom. Como a espécie apresenta alta mobilidade na natureza sugere-se que estas características biológicas e comportamentais sejam consideradas para a obtenção de resultados mais realistas.
Abstract Effect of age, sex and time exposure of Anastrepha fraterculus (Wied.) to toxicity of fenthion was evaluated. The age of the flies was important to the appearance of the first intoxication symptoms; males and females of reproductive ages (30 and 60 days-old, respectively) were less susceptible to insecticide than flies in the remainder ages (four and 120 days-old). The effect of body weight on insect intoxication was not detected. LT 50 biossay with fenthion (varying from 3-7 minutes) showed a lower susceptibility of males than females at all ages. Adults of both sexes and 30 days-old submitted to continuous and discontinuous exposure to fenthion did not show toxic cumulative effect of the insecticide. The statistical analysis suggests a possible general detoxification mechanism (quantitative and/or qualitative) to fenthion sex-, age- and time-related. Once the species is highly mobile in nature we suggest that in fruit fly toxicological bioassays, these biological traits need to be observed in order to obtain more realistic data.
Contido em Anais da sociedade entomologica do Brasil. Jaboticabal, SP. Vol. 28, n. 2 (1999), p. 285-292
Assunto Genética
[en] Fruit-fly
[en] Insecta
[en] Insecticide
[en] Toxicity
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/76621
Arquivos Descrição Formato
000293466.pdf (183.0Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.