Repositório Digital

A- A A+

Aproveitamento dos resíduos da produção de conserva de palmito como substrato para plantas

.

Aproveitamento dos resíduos da produção de conserva de palmito como substrato para plantas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aproveitamento dos resíduos da produção de conserva de palmito como substrato para plantas
Outro título Reutilization of wastes from the production of palm heart canning as substrates for plants
Autor Fermino, Maria Helena
Goncalves, Reinaldo Simoes
Battistin, Alice
Silveira, José Ricardo Pfeifer
Busnello, Ângela Cristina
Trevisam, Miriam
Resumo Avaliou-se as características físicas e químicas dos resíduos da extração do palmito da palmeira real australiana [Archontophoenix alexandrae (F. Muell.) H. Wendl. & Drude] com vistas à sua utilização como substrato para plantas. Estudou-se amostras originárias de dois locais, do interior e do litoral, e subdividiu-se as mesmas segundo as partes da planta em folhas, estipe, e “cartucho” (bainhas), sendo analisadas na forma in natura e após sofrer hidrólise ácida. Todas as amostras foram caracterizadas determinando-se a densidade úmida e seca, a porosidade total, o espaço de aeração, a disponibilidade de água, o valor de pH, a condutividade elétrica e o teor total de sais solúveis. Não houve diferença estatística entre as amostras para as características físicas estudadas. As amostras oriundas do litoral não diferiram daquelas obtidas no interior, assim como, as amostras que sofreram hidrólise ácida não diferiram daquelas in natura. Da mesma forma, as partes da planta (folhas, estipe e cartucho) não apresentaram diferenças significativas entre si. No entanto, os resultados das características químicas consideradas não são apropriados para a utilização dos resíduos da indústria de conserva de palmito como substrato para plantas e indicam a necessidade de novos estudos com resíduos provenientes de plantio controlado da palmeira real australiana.
Abstract A study was held to evaluate the physical and chemical characteristics of wastes from the extraction of the heart of the Australian real palm (Archontophoenix alexandrae), in order to use it as substrates for plants. Samples from inland and from seaside were subdivided into leaves, stipe and "cartridge" (sheaths) and analyzed in the in natura form and after acid hydrolysis. All samples were characterized by humid and dry density, total porosity, aeration space and availability of water, pH, electric conductivity and total content of soluble salts. There was no statistical difference among the samples for the studied physical characteristics. The samples from seaside did not differ from those from inland and the samples that have suffered acid hydrolysis did not differ from those in natura. Also, the parts of the plant (leaves, stipe and cartridge) showed no significant differences among themselves. The results of chemical characteristics showed the utilization of wastes from the production of palm heart canning as substrates for plants is not recommended. Additionally, the results evidenced the need for new studies with waste from controlled planting of Australian real palm.
Contido em Horticultura brasileira. Brasília. Vol. 28, n. 3 (jul./set. 2010), p. 282-286
Assunto Hidrólise
Palmito
[en] Acid hydrolysis
[en] Archontophoenix alexandrae
[en] Australian real palm
[en] Chemical characteristics
[en] Physical characteristics
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/76630
Arquivos Descrição Formato
000758462.pdf (446.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.