Repositório Digital

A- A A+

Influência da infusão transcervical de plasma seminal ou do estrógeno na concepção, no ciclo estral e na ovulação de porcas

.

Influência da infusão transcervical de plasma seminal ou do estrógeno na concepção, no ciclo estral e na ovulação de porcas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência da infusão transcervical de plasma seminal ou do estrógeno na concepção, no ciclo estral e na ovulação de porcas
Outro título Influence of transcervical infusion of seminal plasma or oestrogen on conception, oestrus cycle and ovulation in sows
Autor Stahlberg, Rubens
Bortolozzo, Fernando Pandolfo
Wentz, Ivo
Nagae, R.
Santin, E.
Resumo O objetivo deste trabalho foi o de avaliar o desempenho reprodutivo de 211 porcas da linhagem Camborough 22®, de diferentes ordens de parto, submetidas à infusão transcervical de plasma seminal ou de estrógeno no início do estro. Após o desmame, elas foram examinadas duas vezes ao dia para a detecção do estro, na presença de um macho sexualmente maduro, e da ovulação, com auxílio da ultra-sonografia transcutânea. No início do estro as fêmeas receberam aleatoriamente uma infusão transcervical de plasma seminal, de estrógeno ou permaneceram como grupo-controle. Todas as fêmeas foram inseminadas no turno seguinte à detecção do estro, recebendo no máximo três inseminações com intervalos de 8 a 16h. No grupo-controle as fêmeas de primeiro parto ovularam mais precocemente que as fêmeas com maior número de partos (P<0,05). Os tratamentos não influenciaram a duração do estro e o momento da ovulação. O número total de leitões nascidos não diferiu entre os tratamentos.
Abstract The aim of this work was to evaluate the reproductive performance of sows from different parities after transcervical infusion of seminal plasma or oestrogen at onset of oestrus. Two hundred and eleven Camborough 22® sows were used and classified according to the parity. Oestrus detection was performed twice daily after weaning in the presence of a mature boar. The ovulation was detected with a transcutaneous ultrasonography. At onset of oestrus the sows were randomly infused with seminal plasma, oestrogen or not infused (control group). All the females were inseminated in a maximum of three times into 8 and 16 hours intervals. In the control group first parity females ovulated earlier than second or higher parity females (P<0.05). Treatments did not influence neither oestrus length nor ovulation time. Litter size was not different among treatments.
Contido em Arquivo brasileiro de medicina veterinária e zootecnia= Brazilian journal of veterinary and animal sciences. Belo Horizonte. Vol. 53, n. 2 (abr. 2001), p. 212-217
Assunto Reprodução animal : Suínos
[en] Oestrogen
[en] Oestrus
[en] Ovulation
[en] Seminal plasma
[en] Swine
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/76958
Arquivos Descrição Formato
000296487.pdf (94.76Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.