Repositório Digital

A- A A+

Reação de cultivares de batata à podridão mole causada por Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum, por P. carotovorum subsp. carotovorum e por P. chrysanthemi

.

Reação de cultivares de batata à podridão mole causada por Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum, por P. carotovorum subsp. carotovorum e por P. chrysanthemi

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reação de cultivares de batata à podridão mole causada por Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum, por P. carotovorum subsp. carotovorum e por P. chrysanthemi
Outro título Reaction of potato cultivars to soft rot caused by Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum, P. carotovorum subsp. carotovorum and P. chrysanthemi
Autor Benelli, Adilce I. H.
Denardin, Norimar D'Avila
Forcelini, Carlos Alberto
Duarte, Valmir
Resumo A podridão mole em tubérculos de batata (Solanum tuberosum), causada por Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum, por Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum e por P. chrysanthemi, é uma preocupante doença que causa danos expressivos à cultura em todo o mundo. Como inexiste tratamento eficiente para a podridão mole, o desenvolvimento de cultivares resistentes é considerado o método mais eficaz para a redução de perdas causadas pela doença. Nesse sentido, quatro cultivares de batata foram avaliados quanto à resistência natural às pectobactérias, mediante redução de massa de tubérculos após 20, 24, 48, 72 e 96 h de inoculação com suspensões bacterianas. O delineamento experimental constou de um esquema fatorial com quatro cultivares, três bactérias e quatro repetições. Os resultados foram transformados em proporção e integralizados como área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD). Para as três bactérias estudadas, a cultivar Asterix mostrou-se o menos suscetível à podridão mole, diferindo significativamente dos demais.
Abstract Soft rot caused by Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum, Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum and P. chrysanthemi is a severe disease of potato (Solanum tuberosum) worldwide. Since there is no efficient treatment for soft rot, the use of resistant cultivars is considered the most effective method to reduce crop losses due to this disease. In this research, four potato cultivars were evaluated regarding their resistance to pectobacteria. Tubers inoculated with bacterial suspensions were assessed for mass reduction at five periods (20, 24, 48, 72, and 96 h) after inoculation. The experimental design consisted of a factorial scheme with four cultivars, three bacteria, and four replications. The data on tuber mass loss were transformed into proportion and integrated as the area under the disease progress curve. For all three bacteria, the cultivar Asterix was the less susceptible to soft rot and differed significantly from the others.
Contido em Fitopatologia brasileira. Brasília. Vol. 29, n. 2 (mar./abr. 2004), p. 155-159
Assunto Bacteria patogenica
Batata
Podridão mole
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/77117
Arquivos Descrição Formato
000405368.pdf (63.76Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.