Repositório Digital

A- A A+

Epidemiological analysis of clones and cultivars of potato in soil naturally infested with Ralstonia solanacearum biovar 2

.

Epidemiological analysis of clones and cultivars of potato in soil naturally infested with Ralstonia solanacearum biovar 2

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Epidemiological analysis of clones and cultivars of potato in soil naturally infested with Ralstonia solanacearum biovar 2
Outro título Análise epidemiológica de clones e cultivares de batata em solo naturalmente infestado com a biovar 2 de Ralstonia solanacearum
Autor Silveira, José Ricardo Pfeifer
Duarte, Valmir
Moraes, Marcelo Gravina de
Lopes, Carlos Alberto
Fernandes, Jose Mauricio
Barni, Valmor
Maciel, Joao Leodato Nunes
Resumo Os objetivos deste estudo foram avaliar o progresso da murcha bacteriana, a resistência do clone MB 03, selecionado para a raça 1 em Brasília, e detectar a presença do patógeno em tubérculos colhidos de plantas assintomáticas. Durante a primavera (setembro a final de novembro no hemisfério sul) de 1999 e 2000, 14 cultivares ou clones foram cultivados num campo naturalmente infestado com R. solanacearum biovar 2, em Caxias do Sul, RS. O número de plantas com sintomas de murcha foi registrado semanalmente para a obtenção da curva de progresso da doença. Para comparar a resistência dos genótipos de batata à murcha bacteriana foi calculada a área sob a curva de progresso da doença. Dentre os modelos avaliados para ajuste das curvas, o modelo logístico foi o que melhor se ajustou. Ao final das avaliações, em cada período de cultivo, os tubérculos produzidos por plantas assintomáticas foram coletados e armazenados até o início da brotação, quando foram submetidos a testes para detectar a presença de R. solanacearum. A cultivar Cruza 148 e o clone MB 03 foram os genótipos mais resistentes, mas ambos apresentaram tubérculos com infecções latentes. As implicações epidemiológicas da incidência de R. solanacearum raça 3 em lavouras de batata, bem como da resistência de determinados genótipos que podem propiciar tubérculos com infecções latentes, são aspectos de importância para o manejo integrado da murcha bacteriana no RS.
Abstract The objectives of this study were to evaluate the progress of Ralstonia solanacearum bacterial potato wilt biovar 2 (race 3) in 14 potato (Solanum tuberosum L.) cultivars or clones, the resistance of potato clone MB 03 (selected in Brasília, Brazil) to race 1 of R. solanacearum, and the occurrence of the pathogen in tubers harvested from asymptomatic potato plants. During the spring (September to the end of November in the southern hemisphere) of 1999 and 2000, 14 cultivars or clones were grown in a field naturally infested with R. solanacearum biovar 2, in Caxias do Sul, RS. The number of wilted potato plants was recorded each week and a disease progress curve plotted, the resistance of the potato genotypes to bacterial wilt being evaluated by determining the area under the curve. Various models were evaluated to fit the curves, with the logistic model being the best fit. At the end of each growing season tubers produced by asymptomatic plants were harvested and stored until budding and then tested for the presence of R. solanacearum. Cultivar Cruza 148 and clone MB 03 were the most resistant but both showed tubers with latent infections. The epidemiological implications of the incidence of R. solanacearum biovar 2 (race 3) in potato crops, as well as the resistance of certain genotypes that may harbor latent infections, are important aspects to be considered in the integrated management of bacterial wilt.
Contido em Fitopatologia brasileira. Brasília. Vol. 32, n. 3 (maio/jun. 2007), p. 181-188
Assunto Batata
Doença de planta : Bactéria
Murcha bacteriana
Solo
[en] Bacterial wilt
[en] Disease progress
[en] Gompertz
[en] Latent infection
[en] Logistic
[en] Monomolecular
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/77130
Arquivos Descrição Formato
000609478.pdf (439.3Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.