Repositório Digital

A- A A+

Estudos de permeação/retenção cutânea in vitro empregando pele suína para comparação de desempenho de formulações semi-sólidas dermatológicas

.

Estudos de permeação/retenção cutânea in vitro empregando pele suína para comparação de desempenho de formulações semi-sólidas dermatológicas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudos de permeação/retenção cutânea in vitro empregando pele suína para comparação de desempenho de formulações semi-sólidas dermatológicas
Autor Meira, Alianise da Silva
Orientador Volpato, Nadia Maria
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Curso de Farmácia.
Assunto Formas farmacêuticas semi-sólidas
Pele suína
Permeação cutânea in vitro
[en] Cutaneous permeation
[en] In vitro studies
[en] Pig skin
[en] Semisolid formulations
Resumo Estudos de permeação/retenção cutânea in vitro têm ganhado grande interesse nos últimos anos devido aos benefícios da terapia tópica e à dificuldade de realização dos estudos in vivo. Estudos in vitro são uma importante ferramenta para avaliar o comportamento de formulações semi-sólidas no que diz respeito à liberação, penetração e absorção do fármaco na pele, sendo úteis tanto no desenvolvimento de novas formulações quanto na avaliação de desempenho de formulações já existentes e, também na comparação de diferentes formulações utilizando um mesmo fármaco. No presente trabalho realizou-se revisão da literatura no que se refere aos principais procedimentos dos estudos in vitro. Na parte experimental, determinou-se a validação das condições analíticas para quantificação do fármaco maleato de dexclorfeniramina nas amostras de pele e no fluido receptor. Os estudos de permeação/retenção para as formulações creme e gel do fármaco, foram realizados utilizando célula de difusão tipo Franz com 1,77 cm2 de área efetiva para liberação, pele suína, temperatura de 32 ºC, agitação de 500 rpm, obtendo-se os valores médios de retenção na epiderme quando normalizados pelo peso da pele foram de 0,195 μg/mg para o creme e 1,129 μg/mg para o gel e na derme de 0,039 μg/mg e 0,221 μg/mg para creme e gel respectivamente. Os resultados também são apresentados normalizando a quantidade de fármaco bruto pela área, resultando em 74,14 μg/cm2 de fármaco para o gel e 15,35 μg/cm2 para o creme resultando em uma diferença significativa ao nível de 0,1% do fármaco presente nas diferentes camadas de pele quando provenientes das duas formulações. O permeado do fármaco não foi considerado apreciável, do modo que, dados de fluxo no steady state e lag time não foram calculados.
Abstract In vitro permeation/retention cutaneous studies, have gained great interest in recent years due to the benefits of topical therapy and the difficulty of performing studies in vivo. In vitro studies are an important tool to evaluate the behavior of semisolid formulations with respect to the release, penetration and absorption of the drug in the skin and, in developing new formulations for the evaluation of performance products. In the present study, it was carried out a literature review in relation to the main procedures for the in vitro studies. In the experimental part, it was determined to validated the analytical conditions for the quantification of the drug dexchlorpheniramine maleate in samples of skin and receptor fluid. Studies permeation/retention for a cream and a gel formulations of the drug, were conducted using Franz diffusion cell type with 1.77 cm2 of effective area for release, pig skin, temperature of 32 °C, agitation of 500 rpm, resulting in the average retention in the epidermis for the cream of 0.195 μg/mg and 1.129 μg/mg for the gel and in the dermis of 0.039 μg/mg and 0.221 μg/mg for cream and gel respectively. The results are also presented by normalizing the amount of the drug by the area, resulting in 74.14 mg/cm2 of drug for and gel 15.35 mg/cm2 for the cream producing a significant difference to the level of 0.1% of drug present in the different layers of skin when released from the two formulations. The drug permeate was not considered appreciable so the steady state flux and lag time were not calculated.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/77133
Arquivos Descrição Formato
000823397.pdf (349.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.