Repositório Digital

A- A A+

As práticas de recepção televisiva e sua relação com as práticas de consumo : um estudo junto ao público infantil

.

As práticas de recepção televisiva e sua relação com as práticas de consumo : um estudo junto ao público infantil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As práticas de recepção televisiva e sua relação com as práticas de consumo : um estudo junto ao público infantil
Autor Kuntz, Fárida Monireh Rabuske
Orientador Piedras, Elisa Reinhardt
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Propaganda e Publicidade.
Assunto Criança
Estudos de recepção
Publicidade
Televisão (Comunicação)
[en] Advertising
[en] Childhood
[en] Consumption
[en] Television
Resumo A presente monografia tem como objetivo explorar o cenário da publicidade infantil, especificamente em televisão, sob o viés da recepção de um grupo de crianças, articulada às suas práticas de consumo. A investigação justifica-se na perspectiva de aprofundar o debate sobre consumo e infância, tendo como foco a recepção da publicidade infantil veiculada na televisão e os indícios de consumo de bens que podem ser encontrados nessa relação criança/ televisão/ publicidade. Primeiro, constrói-se um apanhado teórico que abrange os conceitos infância, consumo, marketing e publicidade (sempre salientando suas aplicações específicas à infância), de forma a proporcionar uma discussão prévia e maior proximidade com os temas. A partir disso, formula-se uma metodologia para viabilizar o objetivo geral do trabalho e permitir a interação teórica e empírica, levando à aplicação de uma pesquisa exploratória e qualitativa com seis crianças de oito a dez anos, pertencentes à classe AB (A1, A2, B1, B2), da cidade de Porto Alegre - RS. A análise dos dados obtidos mostra que a publicidade em televisão pode despertar a atenção e o desejo das crianças, porém é um fator pouco determinante no consumo de bens. As crianças, além de não gostarem de assistir aos intervalos comerciais, têm nos amigos e na internet influências mais fortes para seus hábitos de consumo.
Abstract The presented monograph aims to explore advertising for children, specifically in television broadcasting, from the point of view of the acceptance of a group of children regarding their consumption practices. This research is justified by the need to achieve an in-depth background on the relationship between consumption and childhood, focusing on the acceptance of children-aimed television advertising and the evidences on the consumption of goods that may be found in this relation child/TV/advertising. Firstly, the theoretical bases are built up comprising the concepts of childhood, consumption, marketing and advertising (focusing on their specific applications to children), in a way to provide a discussion and enable familiarization to the subject. After that, a methodology is formulated in order to make feasible the general objective of this work and allow the theoretical-empirical interaction, leading to the application of an exploratory and qualitative research with six children aging from eight to ten years that belong to the classes AB (A1, A2, B1, B2), from the city of Porto Alegre, RS. Further data analysis shows that the advertising in television may draw the attention and invoke the desire on children, however it is little influential on the consumption of goods. The children dislike to watch commercial breaks and have on their friends and on the internet stronger influences on their spending habits.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/77183
Arquivos Descrição Formato
000895628.pdf (1.174Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.