Repositório Digital

A- A A+

Os sentidos sobre a vitória de Dilma Rousseff nas eleições de 2010 : análise de discurso em Veja e CartaCapital

.

Os sentidos sobre a vitória de Dilma Rousseff nas eleições de 2010 : análise de discurso em Veja e CartaCapital

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os sentidos sobre a vitória de Dilma Rousseff nas eleições de 2010 : análise de discurso em Veja e CartaCapital
Autor Machado, Carlos Alexandre
Orientador Gadret, Débora Thayane de Oliveira Lapa
Co-orientador Benetti, Márcia
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo.
Assunto Análise do discurso
Carta Capital (Revista)
Jornalismo político
Veja (Revista)
Resumo O objetivo desta monografia é analisar os sentidos produzidos pelas revistas Veja e CartaCapital na vitória de Dilma Rousseff nas eleições presidenciais de 2010. O trabalho tem como base teórica o Construtivismo, que estuda o jornalismo como uma construção social da realidade, e como metodologia a Análise do Discurso de linha francesa. Os objetivos específicos são: 1) Identificar por meio da comparação das publicações os sentidos que as revistas CartaCapital e Veja deram na vitória de Dilma Rousseff nas eleições presidenciais de 2010; 2) Relacionar os sentidos produzidos pelas revistas ao apoio de cada uma aos candidatos nas eleições de 2010; e 3) Perceber, através do mapeamento nos textos, as convergências e as divergências das publicações nas matérias sobre a candidata e o processo eleitoral. Entre as duas revistas, foram selecionadas 131 Sequências Discursivas (SDs) e detectadas oito Formações Discursivas (FDs) divididas em quatro eixos temáticos: âmbito pessoal de Dilma Rousseff (FD1 – Feminina e FD2 Agressiva), âmbito político de Dilma Rousseff (FD3 – Competente e FD4 – Incompetente), PT no governo federal (FD5 – PT Competente e FD6 – PT Incompetente) e situação da oposição (FD7 – Oposição enfraquecida e FD8 – Oposição fortalecida). Foram identificadas 11 SDs presentes na FD1 (6,87%), 13 SDs na FD2 (8,13%), 42 SDs na FD3 (26,25%), 45 SDs na FD4 (28,14%), 11 SDs na FD5 (6,87%), 11 SDs na FD6 (6,87%), 16 SDs na FD7 (10%) e 11 SDs na FD8 (6,87%). Pode-se concluir que para Veja Dilma e o PT são mais incompetentes que competentes na forma de lidar com a política, que Dilma Rousseff é uma pessoa agressiva e que a oposição saiu fortalecida das eleições de 2010, mesmo tendo o PT saído vitoriosos do pleito. Já para CartaCapital, Dilma e o PT são mais competentes que incompetentes e a oposição saiu enfraquecida da campanha eleitoral. Os resultados refletem os posicionamentos das publicações. Enquanto CartaCapital se manifestou explicitamente a favor de Dilma Rousseff, Veja o fez em favor de José Serra, mas não de forma explícita.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/77193
Arquivos Descrição Formato
000895853.pdf (2.155Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.