Repositório Digital

A- A A+

Comparação entre injeção pré-operatória e intraoperatória de 99mtc-dextran-500 na pesquisa do linfonodo sentinela em câncer de mama

.

Comparação entre injeção pré-operatória e intraoperatória de 99mtc-dextran-500 na pesquisa do linfonodo sentinela em câncer de mama

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comparação entre injeção pré-operatória e intraoperatória de 99mtc-dextran-500 na pesquisa do linfonodo sentinela em câncer de mama
Autor Gabbi, Maria Cecília Dambros
Orientador Edelweiss, Maria Isabel Albano
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Biópsia de linfonodo sentinela
Dextranos
Linfocintigrafia
Neoplasias da mama
Tecnécio
[en] 99mTc-Dextran-500
[en] Breast cancer
[en] Intraoperative injection
[en] Lymphoscintigraphy
[en] Preoperative injection
[en] Sentinel node
Resumo Introdução: O diagnóstico precoce do câncer de mama tem tornado a biópsia do linfonodo sentinela (BLS) um método cada vez mais preconizado. Radiofármacos são usados para pesquisa e posterior BLS, porém ainda não existe um método padronizado. Uma das divergências refere-se ao tempo ideal da realização da injeção do material radioativo, que pode ser realizado no intra ou no pré-operatório. Objetivos: Comparar os resultados da BLS dos pacientes com câncer de mama submetidos à injeção intraoperatória de 99mTc-Dextran-500 em relação aos pacientes que realizaram injeção pré-operatória deste mesmo radiofármaco. Métodos: Estudo retrospectivo por meio da revisão dos prontuários de pacientes com câncer de mama invasivo que realizaram BLS com uso de 99mTc-Dextran-500, de janeiro de 2008 a agosto de 2012, em uma única instituição. Os pacientes foram divididos segundo o momento de injeção do radiofármaco na mama acometida em grupo pré-operatório (PO) e grupo intraoperatório (IO). Os pacientes que recebiam injeção pré-operatória realizavam o mapeamento linfático por linfocintilografia. Nos dois grupos, era realizada análise da axila com auxílio do gamma probe durante o ato cirúrgico. Os grupos foram analisados quanto ao estadiamento tumoral clínico, número de focos do tumor primário, invasão vascular peritumoral, presença de receptores hormonais, resultado histológico e anatomopatológico e quantidade de linfonodos (LFs) retirados. Resultados: Foram incluídos 221 pacientes (PO=81 e IO=140). O estadiamento e a histologia tumorais, o número de focos, a invasão vascular peritumoral, bem como a idade dos pacientes eram semelhantes nos dois grupos. A média de LFs retirados foi 2,07 (+-1,33) no PO e 2,20 (+-1,13) no IO. O sucesso de identificação do LS no ato cirúrgico ocorreu em 92,59% dos casos PO e 96,42% dos casos IO. A taxa de falso negativo foi 11,1% no PO e foi 7,2% no grupo IO. A comparação destes dados não mostrou diferença significativa (considerando um nível de significância de 5%). Conclusão: Não há diferença nos resultados da BLS com uso de 99mTc-Dextran-500 no tempo pré-operatório em relação ao intraoperatório. Os dois métodos apresentaram-se eficazes e seguros. A utilização das imagens linfocintilográficas não parece ter influenciado o resultado final do exame. A injeção intraoperatória apresenta melhor logística, custo financeiro menor e extingue a dor e ansiedade do paciente. Logo, esta técnica deve ser preconizada.
Abstract Background: Early diagnosis of breast cancer has turned the sentinel node biopsy (SNB) into an increasingly advocated method. Radiopharmaceuticals are used for research and subsequent SNB, but there is still no standardized method. The time of injection, for example, can be intraoperative or preoperative. Objective: Compare the results of SNB of patients with breast cancer undergone intraoperative injection of 99mTc-Dextran-500 with patients underwent preoperative injection of the same radiopharmaceutical. Methods: Retrospective study through reviewing the medical records of patients with invasive breast cancer undergone SNB using 99mTc-Dextran-500, from January 2008 to August 2012, in a single institution. Patients were divided by the type of radiopharmaceutical injection: preoperative with lymphoscintigraphy (PO) or intraoperative (IO). All were subjected to analysis of the axilla with the aid of gamma probe during surgery. We analyzed clinical tumor staging, number of foci, peritumoral vascular invasion, pathological and histological results, number of lymph nodes removed and the presence of hormone receptors. Results: 221 patients included (IO group = 140; PO group = 81). The two groups had similar pathophysiological and etiological characteristics. The average number of lymph nodes removed was IO 2.20 (+ -1.13) and PO 2.07 (+ -1.33). The sentinel limph node (SLN) was positive for metastasis in 36% of IO and 35.8% of the PO. The successful identification of SLN during surgery was 96.42% in IO and 92.59% in PO. The false negative rate was 7.2% in the IO group and 11.1% in the PO. There was no significant difference between the two groups. Conclusion: There is no difference in results between SNB using 99mTc-Dextran-500 intraoperative and preoperative. The use of intraoperative injection is effective and safe, and extinguishes the patient's pain and anxiety, improves logistics issue and costs less. Therefore, this technique can be envisaged.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/77217
Arquivos Descrição Formato
000893543.pdf (1.686Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.