Repositório Digital

A- A A+

Avaliação dos efeitos analgésicos do tramadol administrado pela via oral e intramuscular na espécie equina (equus caballus) utilizando modelo de ferradura modificada para indução de dor solar.

.

Avaliação dos efeitos analgésicos do tramadol administrado pela via oral e intramuscular na espécie equina (equus caballus) utilizando modelo de ferradura modificada para indução de dor solar.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação dos efeitos analgésicos do tramadol administrado pela via oral e intramuscular na espécie equina (equus caballus) utilizando modelo de ferradura modificada para indução de dor solar.
Autor Molnar, Bruna Favieiro Pellin de
Orientador Natalini, Claudio Correa
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Medicina Animal: Equinos.
Assunto Claudicação
Equinos
Equinos : Anestesiologia veterinaria
Medicamento via intramuscular : Prescricao
Tramadol : Uso terapêutico
Resumo O presente estudo teve como objetivo a avaliação dos efeitos analgésicos do tramadol na dose de 2mg/kg, administrado pela via oral e intramuscular, em equinos submetidos à claudicação induzida com modelo de ferradura modificada. Para o modelo experimental, utilizou-se ferradura comercial modificada e adaptada para induzir claudicação nos animais. Os graus de claudicação foram registrados antes e após a administração do fármaco pelas duas vias utilizadas. O primeiro grupo (seis animais) recebeu o cloridrato de tramadol por via oral em cápsulas (grupo PO), através de sonda nasogástrica, na dose de 2mg/kg e o segundo grupo (seis animais) recebeu cloridrato de tramadol na formulação injetável pela via intramuscular profunda na região glútea (grupo IM), na dose de 2mg/kg. Os graus de claudicação foram avaliados no tempo 0 (antes da administração do fármaco) e nos tempos 30, 60, 90, 120, 180, 240, 300 e 360 minutos após a administração do fármaco. Foram avaliados nos mesmos tempos parâmetros fisiológicos como frequência cardíaca, frequência respiratória, motilidade intestinal nos quadrantes superior direito, superior esquerdo, inferior direito e inferior esquerdo, além da temperatura retal. Parâmetros hemogasométricos foram avaliados no tempo 0 (antes da administração do fármaco), 30 e 60 minutos após a administração do fármaco, sendo mensurados pH sanguíneo, paCO2, paO2, HCO3-, Na, Ca, K e glicose. Os animais não apresentaram sinais adversos com a administração do tramadol, pelas vias e dose utilizadas, como disforia, hiperexcitabilidade, aumento na atividade locomotora e hipomotilidade intestinal, porém não houve diminuição significativa no grau de claudicação (P>0,05). O modelo de ferradura modificado utilizado para induzir claudicação nos equinos, mostrou-se eficiente como modelo experimental de dor.
Abstract This study aimed to evaluate the analgesic effects of tramadol the dose of 2mg/kg by oral and intramuscular administration in horses undergoing induced lameness with modified horseshoe model. For the experimental model we used commercial horseshoe modified and adapted for inducing lameness in animals. The degrees of lameness were recorded before and after drug administration for the two routes used. The first group (six animals) received tramadol hydrochloride orally in capsules (group PO) via a nasogastric tube at a dose of 2mg/kg and the second group (six animals) received tramadol hydrochloride in the formulation by intramuscular injection deep in the gluteal region (group IM) at a dose of 2mg/kg. The degrees of lameness were evaluated at time 0 (before drug administration) and at times 30, 60, 90, 120, 180, 240, 300 and 360 minutes after drug administration. Were assessed at the same times physiological parameters such as heart rate, respiratory rate, intestinal motility in the upper right quadrant, upper left, lower right and lower left and rectal temperature. Blood gas parameters were evaluated at time 0 (before drug administration), 30 and 60 minutes after drug administration, and measured blood pH, PaCO2, PaO2, HCO3-, Na, K, Ca and glucose. The animals showed no adverse signs with the administration of tramadol, by routes and dose used, such as dysphoria, hyperexcitability, increased locomotor activity and intestinal hypomotility, but there was no significant decrease in lameness (P> .05). The modified horseshoe model used to induce lameness in horses was effective as an experimental model of pain.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/77227
Arquivos Descrição Formato
000895098.pdf (1.581Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.