Repositório Digital

A- A A+

Carotenóides e o risco de câncer

.

Carotenóides e o risco de câncer

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Carotenóides e o risco de câncer
Autor Maschmann, Raíra Mesquita
Orientador Schneider, Aline Petter
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Nutrição.
Assunto Carotenóides
Fatores de risco
Neoplasias
[en] Cancer
[en] Carotenoids
[en] Prevention
Resumo A expectativa de vida ao nascer, no Brasil, vem aumentando progressivamente. O número de indivíduos mais jovens caiu, enquanto o contingente de indivíduos de 15 a 64 anos aumentou. Desta maneira, ao longo dos anos, a população da terceira idade praticamente duplicou sua proporção. Isto significa que o número de pessoas que passam a compor as faixas etárias que apresentam maior risco de desenvolver câncer vai aumentando. O câncer é uma das principais causas de morte no mundo. Estimativas válidas para os anos de 2012 e 2013 no Brasil apontam para a ocorrência de, aproximadamente, 518.510 casos novos de câncer por ano. Este é um número que já nos indica a magnitude deste problema no país. Câncer é uma doença que depende de dano ao DNA (o qual pode ser promovido por radicais livres), seguido por uma série de mutações genéticas. Este processo acaba por transformar uma célula normal em uma célula tumoral. Além de fatores genéticos, a ocorrência de câncer também depende de uma interação destes a outros fatores externos, dentre os quais: carcinógenos físicos, carcinógenos químicos e carcinógenos biológicos. Grande proporção das mortes por câncer se deve a cinco fatores dietéticos e comportamentais principais: alto índice de massa corporal, baixo consumo de frutas e vegetais, falta de atividade física, uso de tabaco e ingestão de álcool. Ou seja, muitas mortes poderiam ser evitadas com simples mudanças nos hábitos de vida. É grande a necessidade de investimento na promoção de saúde, por meio de ações preventivas. Pesquisas realizadas em animais e em humanos têm mostrado que compostos antioxidantes podem modificar o processo de carcinogênese, ao prevenir o dano causado por radicais livres. O papel antioxidante dos carotenóides tem sido proposto como mecanismo de ação para a função mais destacada destes compostos atualmente – a inibição de câncer. Inúmeros estudos epidemiológicos têm demonstrado que o elevado consumo de frutas e hortaliças reduz o risco de vários tipos de câncer. Considerando, portanto, os relatos de que o consumo de carotenóides pode proteger contra o desenvolvimento de câncer e que esta possível associação ainda é controversa, é de grande importância analisar os achados existentes na literatura quanto à relação entre o consumo de carotenóides ou sua concentração no sangue e o desenvolvimento de neoplasias. As evidências referentes a fatores alimentares e o câncer ainda são incertas. Uma avaliação completa do papel da dieta envolveria medidas amplas da alimentação, com a soma de fatores que poderiam proteger contra o câncer a outros que poderiam aumentar os riscos de desenvolver esta doença.
Abstract Life expectancy at birth in Brazil has been increasing. The number of younger individuals has decreased, while the number of individuals aged between 15 and 64 years has increased. Thus, over the years, the population of seniors nearly doubled its proportion. It means that the number of people that are in the group with highest risk of developing cancer is increasing. Cancer is a leading cause of death worldwide. Estimates for the years 2012 and 2013 in Brazil point to the occurrence of approximately 518,510 new cases of cancer per year. This number alone indicates the magnitude of the problem in our country. Cancer is a disease that depends on DNA damage (which may be promoted by free radicals) followed by a number of genetic mutations. This process ends up transforming a normal cell into a tumor cell. In addition to genetic factors, the occurrence of cancer also depends on the interaction of these to other external factors, which include: physical carcinogens, chemical carcinogens and biological carcinogens. Large proportions of deaths from cancer are due to five main behavioral and dietary factors: high body mass index, low consumption of fruits and vegetables, physical inactivity, tobacco use and alcohol intake. Meaning that many deaths could be prevented with simple changes in lifestyle. There is great need for investment in promoting health through preventive actions. Trials conducted in animals and humans have shown that antioxidants may modify the carcinogenic process, by preventing damage caused by free radicals. The antioxidant role of carotenoids has been proposed as a mechanism of action for the most outstanding feature of these compounds currently - the inhibition of cancer. Numerous epidemiological studies have shown that high consumption of fruits and vegetables reduces the risk of many types of cancers. Therefore, considering previous studies that suggest that the consumption of carotenoids may protect against the development of cancer and that this possible association is still controversial, it is of great importance to examine findings regarding the relationship between intake of carotenoids and their concentration in blood and the development of malignancies. Evidence co-relating dietary factors to cancer is still uncertain. A full assessment of the role of diet would involve quantifications of food and supplements taken, along with analysis of the factors that could prevent to others that could promote cancer.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/77270
Arquivos Descrição Formato
000896261.pdf (579.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.