Repositório Digital

A- A A+

Polimorfismo Ala54Thr do gene Fatty Acid Binding Protein-2 : perfil lipídico de obesos graves controlado pelo consumo alimentar

.

Polimorfismo Ala54Thr do gene Fatty Acid Binding Protein-2 : perfil lipídico de obesos graves controlado pelo consumo alimentar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Polimorfismo Ala54Thr do gene Fatty Acid Binding Protein-2 : perfil lipídico de obesos graves controlado pelo consumo alimentar
Autor Kops, Natália Luiza
Orientador Friedman, Rogério
Co-orientador Souza, Gabriela Corrêa
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Nutrição.
Assunto Obesidade mórbida
Polimorfismo de nucleotídeo único
Polimorfismo genético
Proteína P2 de mielina
Proteínas de Ligação a ácido graxo
Resumo Estima-se que os fatores genéticos possam responder por 40 a 60% da variância no índice de massa corporal (IMC). Não somente fatores genéticos, mas também os ambientais, emocionais e o estilo de vida justificam o ganho de peso. As Fatty Acid Binding Protein 2 (FABP-2) formam uma família de proteínas ligantes aos ácidos graxos (AG) e possuem papel importante no transporte e distribuição intracelular dos AG, especialmente de cadeia longa. O foco deste trabalho foi o polimorfismo Ala54Thr do gene FABP-2. Este gene codifica uma proteína expressa somente nos enterócitos e limitada ao intestino delgado, especialmente na porção proximal. O polimorfismo, resultante de uma substituição de alanina (Ala) por treonina (Thr) no códon 54 vem sendo associado com o IMC, resistência insulínica, síndrome metabólica e obesidade. A presença de somente um alelo Thr54 parece ser suficiente para apresentar algum efeito quando comparado aos homozigotos Ala54; contudo, homozigotos Thr54 parecem sofrer um efeito ainda maior. Em 1995 descobriu-se que o alelo mutante Thr54 tinha afinidade duas vezes maior para o ácido graxo de cadeia longa do que o genótipo selvagem (Ala54Ala). Logo, a hipótese era a de que o alelo Thr54 aumentasse a absorção de AG dietéticos pelo intestino, a concentração lipídica plasmática e, assim, aumentasse oxidação de gordura. Acredita-se que os indivíduos portadores do alelo Thr54 tenham uma suscetibilidade aumentada aos efeitos das gorduras da dieta, o que por sua vez, aumenta a frequência das complicações da obesidade. Diversos estudos associaram o alelo Thr54 com níveis séricos de lipídios; no entanto, estes achados não foram controlados pelo consumo alimentar dos indivíduos, o qual poderia ser responsável por esta diferença. Estudos de intervenção também já mostraram uma diferente resposta à gordura dietética nos portadores do polimorfismo Ala54Thr. Considerando as inconclusivas relações entre o polimorfismo Ala54Thr do gene FABP-2, o presente estudo busca avaliar a influencia do alelo Thr54 em indivíduos obesos graves candidatos à cirurgia bariátrica no Hospital de Clínicas de Porto Alegre.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/77286
Arquivos Descrição Formato
000896231.pdf (885.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.