Repositório Digital

A- A A+

Uso de derivativos nas pequenas e médias empresas de capital aberto e fechado

.

Uso de derivativos nas pequenas e médias empresas de capital aberto e fechado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso de derivativos nas pequenas e médias empresas de capital aberto e fechado
Autor Gaglietti, Alda
Orientador Grings, Ricardo Jose
Data 2011
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Gestão de Negócios Financeiros.
Assunto Derivativos
Pequenas e medias empresas
[en] Companies
[en] Derivatives
[en] Price protection
Resumo Explicar e discutir o chamado mercado de derivativos é um desafio da grande maioria das pessoas que trabalham e estudam sobre o assunto, ele é muito abrangente e que, em um primeiro momento, pode parecer complicado e de difícil compreensão. Neste trabalho busca-se avaliar como o uso de derivativos é recepcionado pelas pequenas e médias empresas que atuam na região dos Campos Gerais no estado do Paraná. Considerando o Derivativo como instrumento ideal para proteção dos investimentos contra alteração do mercado e também uma forma de investimento para empresas que busca proteger seu investimento. A pesquisa bibliográfica revela o mercado de derivativos como aquele que oferece proteção ao risco, comparando-se a uma espécie de apólice de seguro, em que o comprador paga um prêmio para garantir suas perdas. No entanto, observa-se que o uso de derivativos é prerrogativa das grandes empresas multinacionais, mas na certeza de que pode ser fonte de lucratividade e instituto de grande potencial na gestão de riscos, torna-se relevante verificar seu uso nas pequenas e médias empresas. O estudo realizado em 16 empresas de pequeno e médio porte que foram abordadas pelo método survey, revela que há uma intensa aversão ou indiferença pelos significados dos derivativos, sendo poucas as que se interessam a ponto de usar derivativos. Destas 16 empresas entrevistadas somente 6 fazem uso de derivativos, e a maioria delas não usam em toda a empresa, somente em alguns setores. Conclui-se que o uso de derivativos não é uma opção de grande monta entre os empresários de pequena e média empresa. Percebe-se que as causas não se referem somente ao receio e precaução do risco de investimento, mas sim por desconhecer seu funcionamento. A especialização e a facilidade de negociação com o uso de derivativos é tema incipiente entre as empresas pesquisadas, considerando que nelas a gestão de riscos não dá prevalência para o risco operacional e consequentemente não se preocupa em proteger-se contra as oscilações que o mercado pode oferecer.
Abstract Explain and discuss the so-called derivatives market is a challenge for most people who work and study on the subject, it is very comprehensive and, at first it may seem complicated and difficult to understand. This paper seeks to assess how the use of derivatives is received by small and medium enterprises operating in the region of Campos Geris in Paraná. Considering the derivative as an ideal instrument for protection of investments against market change and also a form of investment for companies seeking to protect their investment. The literature reveals the derivatives market as one that offers protection to the risk, compared to a sort of insurance policy, in which the buyer pays a premium to guarantee their losses. However, it is observed that the use of derivatives is the prerogative of large multinational companies, but the certainty that profitability can be a source of great potential and institute risk management, it becomes important to analyze its use in small and medium enterprises. The study of 16 small and medium businesses that were addressed by the survey method, reveals that there is an intense dislike or indifference by the meanings of derivatives, as there were few who care enough to use derivatives. Of these 16 companies interviewed only 6 make use of derivatives, and most of them do not use company-wide, only in certain sectors. It is concluded that the use of derivatives is not an option pending major business among small and medium enterprises. It can be seen that the causes do not refer only to the fear and caution of investment risk, but not knowing its operation. The expertise and ease of dealing with the use of derivatives is emerging theme among the companies surveyed, considering them the risk management does not give prevalence for operational risk and therefore do not bother to protect themselves against market fluctuations that can offer.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/77323
Arquivos Descrição Formato
000874266.pdf (450.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.