Repositório Digital

A- A A+

Análise da aceitação do cartão de crédito e débito como meio de pagamento no varejo de Guaraniaçu - PR

.

Análise da aceitação do cartão de crédito e débito como meio de pagamento no varejo de Guaraniaçu - PR

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise da aceitação do cartão de crédito e débito como meio de pagamento no varejo de Guaraniaçu - PR
Autor Freire, Claudemir José
Orientador Callegaro-de-Menezes, Daniela
Co-orientador Petroll, Martin de La Martinière
Data 2011
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Gestão de Negócios Financeiros.
Assunto Comportamento do consumidor
Pagamento com cartão
Resumo O presente estudo tem como objetivo analisar a aceitação de cartão de crédito e de débito como meio de pagamento, pelas empresas do varejo associadas à Associação Comercial Empresarial de Guaraniaçú/PR – ACEG. Além de identificar quais empresas aceitam pagamento com carão, deu-se ênfase em identificar a percepção dos empresários quanto aos fatores positivos desta aceitação e os fatores que impossibilitam as empresas do varejo local aderir ao sistema de pagamento por meio de cartões. Com as informações obtidas por meio de questionário aplicado junto ao conjunto de empresas classificadas como varejistas com atuação comercial na área de abrangência da ACEG, foi possível identificar que o empresariado local tem um posicionamento de não incentivar o uso de cartões, face ao comportamento do consumidor em preferir o crédito próprio oferecido pelas empresas. Analisando o mercado de cartões no Brasil, os números demonstram o enorme potencial de crescimento da utilização de cartões de crédito e de débito como forma de pagamento, em razão do grande número de cartões emitidos e o fato de existir consumidores com preferência em utilizar este meio eletrônico de pagamento, conforme pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha em outubro de 2010. Dentre os fatores de resistência do empresariado local em aderir ao pagamento com cartões, o principal é o elevado percentual cobrado sobre o valor da transação. Há também, aspectos positivos a se considerar. A pesquisa revela que, entre outros benefícios e vantagens, os pagamentos com cartão representam liquidez imediata, o que propicia às empresas trabalhar com fluxos de caixa mais regulares, eliminando o risco da inadimplência. Conciliar os aspectos de comodidade, modernidade e progresso do uso de cartões para pagamento com custos menores para toda a sociedade ainda é o grande desafio, apesar dos esforços existentes para regulação da indústria de cartões no Brasil. Os resultados demonstram a necessidade de promoção de medidas para o desenvolvimento de estratégias de atuação, da ACEG e associados, que aumentem o nível de utilização dos cartões de crédito e de débito no varejo da cidade de Guaraniaçú, principalmente em razão da liquidez nesta forma de pagamento e o alto índice de inadimplência observado nas carteiras de crédito próprios das empresas pesquisadas. O desenvolvimento deste trabalho se deu por meio de uma pesquisa exploratória e descritiva com aplicação do método de pesquisa Survey. A relevância do estudo se pauta na asserção de que os dados que foram levantados quanto ao aumento da participação do cartão de crédito e de débito como meio de pagamento, poderão contribuir para que os empresários associados da ACEG venham a ter na aceitação do cartão em seus estabelecimentos uma ampliação dos seus negócios bem como para o desenvolvimento de estratégias de atuação da associação na busca de melhorias no relacionamento entre varejistas e a indústria de cartões.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/77382
Arquivos Descrição Formato
000877925.pdf (271.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.