Repositório Digital

A- A A+

Resistência de amendoim-bravo aos herbicidas inibidores da enzima acetolactato sintase

.

Resistência de amendoim-bravo aos herbicidas inibidores da enzima acetolactato sintase

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Resistência de amendoim-bravo aos herbicidas inibidores da enzima acetolactato sintase
Outro título Wild poinsettia resistance to acetolactate synthase inhibitor herbicides
Autor Vidal, Ribas Antonio
Merotto Junior, Aldo
Resumo O controle contínuo de plantas daninhas através da aplicação de herbicidas que apresentam atividade em um único local de ação nas plantas favorece a seleção de biótipos resistentes a estes herbicidas, em certas espécies vegetais. Quatro experimentos foram conduzidos em condições casa-de-vegetação, na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com os objetivos de avaliar a ocorrência de resistência aos herbicidas inibidores da enzima acetolactato sintase (ALS) em vários biótipos de leiteiro ou amendoim-bravo (Euphorbia heterophylla - EPHHL) e avaliar a ocorrência de resistência múltipla a herbicidas com atividade em outros locais de ação. Biótipo oriundo de Passo Fundo foi resistente ao imazethapyr, enquanto biótipo oriundo de Porto Alegre foi suscetível. O biótipo de Passo Fundo apresentou resistência cruzada aos herbicidas imidazolinonas: imazapyr, imazaquin e imazethapyr; sulfoniluréias: chlorimuron, nicosulfuron e metsulfuron; e sulfonanilida: flumetsulan. Este biótipo não foi resistente aos herbicidas com os seguintes mecanismos de ação: inibidores de EPSPs, mimetizadores de auxina, inibidores dos fotossistemas I e II e inibidores de PROTOX. A confirmação de resistência aos inibidores de ALS em biótipos oriundos de Nãome- Toque, Passo Fundo e Rio Pardo sugere ampla dispersão no Rio Grande do Sul de resistência de E. heterophylla aos herbicidas deste mecanismo de ação.
Abstract The continuous weed control with herbicides of only one site of action selects biotypes resistant to these herbicides. Four experiments were conducted in greenhouse of UFRGS, Brazil, to confirm the occurence of wild poinsettia (Euphorbia heterophylla) biotypes resistance to herbicides inhibitors of acetholactate synthase (ALS), and to determine whether there was cross resistance to herbicides with other site of action. A biotype from Passo Fundo - RS was resistant to imazethapyr, whereas a biotype from Porto Alegre - RS was susceptible to this compound. The biotype from Passo Fundo was resistant to the following ALS-inhibitors: imazapyr, imazaquin, imazethapyr, chlorimuron, nicosulfuron, metsulfuron e flumetsulan. This biotype was not resistant to herbicides from the following modes of action: EPSPs inhibitors, auxin agonists, fotossystems I and II inhibitors, and PROTOX inhibitors. The confirmation of resistance to ALS inhibitors in biotypes from Não-me-Toque, Passo Fundo and Rio Pardo suggests a wide spread of wild poinsettia resistance to compounds of this mode of action in the Rio Grande do Sul state.
Contido em Planta daninha. Vol. 17, n. 3 (1999), p. 367-373
Assunto Erva daninha : Herbicida : Resistencia a pesticida : Matologia : Amendoim bravo
[en] Euphorbia heterophylla
[en] Herbicide resistance
[en] Imidazolinone
[en] Sulfonanilide
[en] Sulfonylurea
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/77586
Arquivos Descrição Formato
000282768.pdf (129.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.