Repositório Digital

A- A A+

Resistência de Eleusine indica aos inibidores de ACCase

.

Resistência de Eleusine indica aos inibidores de ACCase

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Resistência de Eleusine indica aos inibidores de ACCase
Outro título Eleusine indica resistance to Accase inhibitors
Autor Vidal, Ribas Antonio
Portes, Emerson da Silva
Lamego, Fabiane Pinto
Trezzi, Michelangelo Muzell
Resumo Dentre as causas da ineficácia no controle de plantas daninhas destaca-se a resistência delas aos herbicidas. Os objetivos deste trabalho foram avaliar a suspeita de resistência de Eleusine indica a inibidores de acetil-CoA carboxilase (ACCase) e investigar a ocorrência de resistência cruzada entre os inibidores de ACCase. Biótipo de Eleusine indica originado do Mato Grosso com suspeita de resistência aos herbicidas inibidores de ACCase foi avaliado em casa de vegetação na sua suscetibilidade para diversos produtos do grupo dos ariloxifenoxipropionatos e cicloexanodionas. Estudos de resposta à dose confirmaram que o biótipo era 18 vezes mais insensível ao sethoxydim do que biótipo suscetível nunca aspergido com herbicidas. Também se constatou resistência cruzada ao fenoxaprop, cyhalofop, propaquizafop e butroxydim. Não se observou resistência cruzada aos produtos fluazifop, haloxyfop, quizalofop e clethodim.
Abstract Among the causes for weed control inefficacy, the worst one is resistance to herbicides. The objectives of this work were to evaluate an Eleusine indica biotype suspected of resistance to ACCase inhibitors and to investigate the occurrence of cross- resistance to several ACCase inhibitors. One biotype of Eleusine indica originated from Mato Grosso with suspected resistance to ACCase inhibitors was evaluated in a greenhouse in relation to its susceptibility to several products of the ariloxyphenoxypropionate and cyclohexanedione groups. Studies on dose response confirmed that the suspected biotype was 18 times more insensitive to sethoxydim than the susceptible biotype that had never been treated with herbicides. Cross-resistance was confirmed for fenoxaprop, cyhalofop, propaquizafop and butroxydim. No cross-resistance was observed with fluazifop, haloxyfop, quizalofop, and clethodim.
Contido em Planta daninha. Londrina. Vol. 24, n. 1 (jan./mar. 2006), p. 163-171
Assunto Erva daninha
Gramínea
Herbicida
Resistência
[en] Grass
[en] Herbicides
[en] Resistance
[en] Weed
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/77710
Arquivos Descrição Formato
000524286.pdf (171.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.